PEC do Te­to apro­va­da em 1º tur­no

Jornaldodia - - ECONOMIA -

Por 61 vo­tos a 14, o Se­na­do apro­vou on­tem a PEC do Te­to de Gas­tos em 1º tur­no. O tex­to cria o No­vo Re­gi­me Fis­cal e im­põe li­mi­te ao Or­ça­men­to ba­se­a­do na in­fla­ção do ano an­te­ri­or. Ain­da há três des­ta­ques a se­rem apre­ci­a­dos. O te­to pa­ra os gas­tos pú­bli­cos vi­go­ra­rá por 20 anos. A par­tir do 10º ano, po­de­rá ser al­te­ra­do por ini­ci­a­ti­va do pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, por meio de lei com­ple­men­tar. A 2ª vo­ta­ção es­tá mar­ca­da pa­ra 13dez16; se apro­va­da, a PEC se­rá pro­mul­ga­da pe­lo pre­si­den­te do Se­na­do, Re­nan Ca­lhei­ros (PMDB-AL), pro­va­vel­men­te dia 15dez16. O pla­car mos­trou a for­ça do go­ver­no, ape­sar da cri­se. Em manifestação do la­do de fo­ra, hou­ve con­fron­to dos ma­ni­fes­tan­tes com a po­lí­cia [ver PO­LÍ­TI­CA].

Nú­me­ro de de­sem­pre­ga­dos do­bra des­de 2013

Des­de out2013, o nú­me­ro de de­sem­pre­ga­dos no País qua­se do­brou, de 6,5 mi­lhões pa­ra 12 mi­lhões em out2016, se­gun­do da­dos di­vul­ga­dos on­tem pe­lo IBGE. Em re­la­ção ao tri­mes­tre en­cer­ra­do em ju­lho, o nú­me­ro de de­sem­pre­ga­dos ficou es­tá­vel. Mas su­biu 32,7%, ou 3 mi­lhões de pes­so­as, so­bre igual tri­mes­tre de 2015. O ren­di­men­to mé­dio re­al re­ce­bi­do (R$ 2.025) cres­ceu 0,9% fren­te ao tri­mes­tre de maio a ju­lho des­te ano (R$ 2.006) e caiu 1,3% em re­la­ção ao mes­mo tri­mes­tre do ano pas­sa­do (R$ 2.052).

De­fla­ção do IGP-M em no­vem­bro

Con­tra al­ta de 0,16% em ou­tu­bro, a in­fla­ção me­di­da pe­lo IGP-M re­gis­trou de­fla­ção de 0,03% es­te mês, de acor­do com a Fun­da­ção Ge­tú­lio Var­gas (FGV). Em nov2015, o in­di­ca­dor avan­ça­ra 1,52%. Se­gun­do a FGV, a que­da de­veu­se aos pre­ços agro­pe­cuá­ri­os no ata­ca­do. Com es­se re­sul­ta­do, a va­ri­a­ção acu­mu­la­da em 2016, até no­vem­bro, é de 6,60%. Em 12 me­ses, o IGPM re­gis­trou al­ta de 7,12%.

Re­jei­ta­da sus­pen­são de alu­guel so­ci­al no Rio

Em meio à pi­or si­tu­a­ção econô­mi­co-fi­nan­cei­ra dos úl­ti­mos tem­pos, o Rio não con­se­guiu pas­sar na As­sem­bleia Le­gis­la­ti­va o de­cre­to do go­ver­na­dor Luiz Fer­nan­do Pe­zão, que sus­pen­dia os pa­ga­men­to do pro­gra­ma Alu­guel So­ci­al. O pro­gra­ma ofe­re­ce alu­guel men­sal de até R$ 500 pa­ra fa­mí­li­as que per­de­ram su­as ca­sas após de­sas­tres naturais. Ho­je, 9.640 fa­mí­li­as re­ce­bem o be­ne­fí­cio, com gas­to de R$ 74,1 mi­lhões por ano. O pro­je­to que anu­lou o de­cre­to foi apro­va­do na AL por acla­ma­ção.

PIB dos EUA me­lhor do que o es­pe­ra­do

Gra­ças aos gas­tos do con­su­mi­dor, o PIB dos EUA te­ve seu me­lhor cres­ci­men­to em dois anos, se­gun­do o De­par­ta­men­to de Co­mér­cio. Em ta­xa anu­a­li­za­da, o cres­ci­men­to foi de 3,2% en­tre ju­lho e se­tem­bro — aci­ma das pro­je­ções ini­ci­ais, de 2,9% — e bem aci­ma do 1,4% do 2º tri­mes­tre. Os gas­tos em bens du­rá­veis cres­ceu 2,8% em re­la­ção ao se­gun­do tri­mes­tre, um au­men­to de 0,7 dé­ci­mos de pon­to per­cen­tu­al so­bre a es­ti­ma­ti­va an­te­ri­or. Al­guns eco­no­mis­tas acre­di­tam, po­rém, que o cres­ci­men­to do PIB vai abran­dar pa­ra 2% no tri­mes­tre atu­al.

PEC do Te­to de Gas­tos no Se­na­do: for­ça do go­ver­no ape­sar da cri­se.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.