Cin­zas de Fi­del en­con­tram as de Che Gu­e­va­ra

Jornaldodia - - INTERNACIONAL -

Mi­lha­res de cu­ba­nos sau­da­ram on­tem a che­ga­da do cor­te­jo com as cin­zas de Fi­del Cas­tro à ci­da­de de San­ta Cla­ra, on­de a ur­na de ce­dro pas­sou a noi­te no mau­so­léu de Er­nes­to Che Gu­e­va­ra. A ci­da­de foi o lo­cal on­de os dois he­róis da re­vo­lu­ção cu­ba­na se vi­ram pe­la úl­ti­ma vez, em 1966, an­tes de o ar­gen­ti­no ser exe­cu­ta­do na Bo­lí­via, um ano de­pois. A ur­na com as cin­zas de Fi­del Cas­tro faz uma vi­a­gem de qua­se mil quilô­me­tros, da ca­pi­tal, Ha­va­na, até San­ti­a­go de Cu­ba, no Les­te da ilha, on­de seus res­tos mor­tais se­rão en­ter­ra­dos, no do­min­go.

Itá­lia: opo­si­ção faz cam­pa­nha pe­lo “não”.

Os ita­li­a­nos vão às ur­nas nes­te do­min­go pa­ra vo­tar em re­fe­ren­do so­bre vá­ri­as re­for­mas cons­ti­tu­ci­o­nais pro­pos­tas pe­lo go­ver­no do pre­miê Mat­teo Ren­zi. As re­for­mas vi­sam au­men­tar a es­ta­bi­li­da­de po­lí­ti­ca na Itá­lia, que já te­ve 63 go­ver­nos em 70 anos de de­mo­cra­cia. Uma das mu­dan­ças pro­põe re­du­zir o Se­na­do de 315 pa­ra 100 in­te­gran­tes e trans­for­má-lo em ór­gão ape­nas con­sul­ti­vo. Mas tan­to par­ti­dos de di­rei­ta (co­mo a Li­ga Nor­te), até anar­quis­tas, di­zem que a re­for­ma é “an­ti­de­mo­crá­ti­ca”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.