Gu­ti­er­rez apon­ta car­tel em es­tá­di­os

Jornaldodia - - NEGÓCIOS -

Acor­do de le­ni­ên­cia da An­dra­de Gu­ti­er­rez apon­ta que hou­ve car­tel em li­ci­ta­ções de es­tá­di­os da Co­pa 2014. A de­nún­cia es­tá sen­do in­ves­ti­ga­da pe­lo Con­se­lho Ad­mi­nis­tra­ti­vo de De­fe­sa Econô­mi­ca (Ca­de). Fe­cha­do em ou­tu­bro, o acor­do foi man­ti­do em si­gi­lo até ago­ra — é mais um des­do­bra­men­to da Ope­ra­ção La­va-Ja­to. Se­gun­do o Ca­de, há evi­dên­ci­as de con­luio en­tre con­cor­ren­tes. En­tre os es­tá­di­os com li­ci­ta­ções sus­pei­tas, es­tão o Ma­ra­ca­nã, no Rio, e a Are­na Per­nam­bu­co, em Re­ci­fe.

Dó­lar cai com ce­ná­rio lo­cal e mun­di­al

Co­mo re­fle­xo do alí­vio da si­tu­a­ção po­lí­ti­ca lo­cal (ain­da que mo­men­tâ­nea) e do mo­vi­men­to de re­cu­pe­ra­ção de mo­e­das de paí­ses emer­gen­tes no ex­te­ri­or, o dó­lar per­deu on­tem do re­al. O dó­lar co­mer­ci­al caiu 1,20% pa­ra R$ 3,4298. No ex­te­ri­or, con­si­de­rou-se que o im­pac­to da re­jei­ção do re­fe­ren­do da Itá­lia foi li­mi­ta­do pa­ra o eu­ro. Na Bol­sa de S Pau­lo, pre­va­le­ceu a cau­te­la dos in­ves­ti­do­res, com as de­la­ções de exe­cu­ti­vos da Ode­bre­cht. O ín­di­ce Bo­ves­pa fe­chou em bai­xa de 0,80%, a 59.832 pon­tos. En­tre as ações mais ne­go­ci­a­das, o des­ta­que de al­ta fi­cou com os pa­péis da Bras­kem, que su­bi­ram 5,28% pa­ra R$ 32,10.

De­loit­te Bra­sil pa­ga mul­ta por frau­de

Du­as au­di­to­ri­as frau­da­das — da com­pa­nhia aé­rea Gol e da Te­le Nor­te Les­te (TNL), ho­je par­te da Oi — de­ter­mi­na­ram mul­ta de US$ 8 mi­lhões pe­la au­to­ri­da­de re­gu­la­do­ra dos EUA à De­loit­te Tou­che Toh­mat­su. A De­loit­te tam­bém fe­chou acor­do com a Co­mis­são de Va­lo­res Mo­bi­liá­ri­os (CVM), do Bra­sil, pa­ra pa­gar mais R$ 5,36 mi­lhões. A em­pre­sa é acu­sa­da de emi­tir re­la­tó­ri­os fal­sos so­bre o ba­lan­ço da Gol de 2010, de ten­tar aco­ber­tar as ir­re­gu­la­ri­da­des e ain­da atra­pa­lhar as in­ves­ti­ga­ções, em 2012.

Ban­co Pos­tal: acor­do re­no­va­do com BB.

De­pois do fra­cas­so do lei­lão do Ban­co Pos­tal, os Cor­rei­os e o Ban­co do Bra­sil fe­cha­ram no­vo acor­do por mais três anos. O BB pa­ga­rá fi­xo de R$ 5 mi­lhões men­sais e co­mis­são se­gun­do o vo­lu­me de ser­vi­ços. O de­sem­bol­so se­rá cer­ca de 20% me­nor do que o pe­di­do pe­los Cor­rei­os em edi­tal des­te ano, não con­cre­ti­za­do. O Ban­co Pos­tal foi cri­a­do pa­ra au­men­tar a in­ser­ção no sis­te­ma fi­nan­cei­ro. Se­gun­do o Ban­co Cen­tral, 1.987 ci­da­des não têm agência ban­cá­ria, mas 1.633 de­las pos­su­em aten­di­men­to co­mo o dos Cor­rei­os.

Lo­ca­li­za com­pra Hertz no Bra­sil

Por R$ 337 mi­lhões, a lo­ca­do­ra de car­ros Lo­ca­li­za fe­chou on­tem a aqui­si­ção da Hertz Bra­sil. A ideia é cri­ar uma par­ce­ria es­tra­té­gi­ca sob uso de mar­ca com­bi­na­da, Lo­ca­li­za Hertz. Com a aqui­si­ção, a Lo­ca­li­za Fle­et as­su­mi­rá uma fro­ta de 9.200 car­ros da Hertz Bra­sil, que in­clui cer­ca de 3.700 car­ros no ne­gó­cio de ges­tão de fro­tas. A com­pra ain­da pre­ci­sa ser apro­va­da pe­lo Con­se­lho Ad­mi­nis­tra­do de De­fe­sa Econô­mi­ca (Ca­de). Até lá, as du­as em­pre­sas con­ti­nu­a­rão a ope­rar de for­ma in­de­pen­den­te.

Lo­ca­li­za e Hertz: ne­gó­cio de R$ 337 mi­lhões.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.