Re­nan não po­de co­man­dar a Na­ção; o Se­na­do, tu­do bem.

Jornaldodia - - POLÍTICA -

Ar­ti­cu­la­ção en­tre po­lí­ti­cos e mi­nis­tros ga­ran­tiu 6 vo­tos con­tra 3, no Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF), a fa­vor do pre­si­den­te do Se­na­do, Re­nan Ca­lhei­ros (PMDB-AL). O ple­ná­rio do Tri­bu­nal de­ci­diu man­tê­lo co­mo pre­si­den­te da Ca­sa — mas ele não po­de as­su­mir a Pre­si­dên­cia da Re­pú­bli­ca, por ser réu no STF. Re­la­tor, o mi­nis­tro Mar­co Au­ré­lio Mel­lo cha­mou a al­ter­na­ti­va de “jei­ti­nho” e “meia so­la cons­ti­tu­ci­o­nal”. A so­lu­ção te­ria si­do cos­tu­ra­da pe­la pre­si­den­te do Su­pre­mo, mi­nis­tra Cár­men Lú­cia, e por pe­lo me­nos ou­tros qua­tro mi­nis­tros. A ideia, se­gun­do in­ter­lo­cu­to­res, foi o de “bai­xar a po­ei­ra” em meio ao acir­ra­men­to de âni­mos en­tre Le­gis­la­ti­vo e Ju­di­ciá­rio.

Se­na­dor aplau­de “Pa­trió­ti­ca de­ci­são”

Vi­si­vel­men­te sa­tis­fei­to, o pre­si­den­te do Se­na­do, Re­nan Ca­lhei­ros (PMDB-AL) as­si­nou on­tem no­ta que diz que a Ca­sa “aplau­de a pa­trió­ti­ca de­ci­são” do STF — a de­ci­são man­te­ve Re­nan na pre­si­dên­cia do Se­na­do. “A con­fi­an­ça na Jus­ti­ça Bra­si­lei­ra e na se­pa­ra­ção dos po­de­res con­ti­nua ina­ba­la­da”, diz a no­ta. O Pa­lá­cio do Pla­nal­to tam­bém co­me­mo­rou a de­ci­são do Su­pre­mo: o pre­si­den­te Mi­chel Te­mer es­ta­va pre­o­cu­pa­do com even­tu­al pa­ra­li­sia da vo­ta­ção do ajus­te fis­cal [ver ECO­NO­MIA].

Ca­bral: de­nún­cia fun­da­men­ta­da pe­la Gu­ti­er­rez.

Com ba­se em pla­ni­lha da cons­tru­to­ra An­dra­de Gu­ti­er­rez, o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral (MPF) fun­da­men­tou a de­nún­cia con­tra o ex-go­ver­na­dor do Rio, Sér­gio Ca­bral (PMDB). As in­ves­ti­ga­ções pros­se­guem, se­gun­do o pro­cu­ra­dor Lau­ro Co­e­lho Jú­ni­or. Pe­las in­ves­ti­ga­ções, par­te dos re­cur­sos ilí­ci­tos po­de es­tar sen­do ocul­ta­da. De acor­do com a ex-secretária da ex-pri­mei­ra­da­ma Adri­a­na An­cel­mo, só ela re­ce­bia até R$ 300 mil por se­ma­na, en­tre 2014 e 2015, de pro­pi­na pa­ga por em­prei­tei­ras. Pre­sa, Adri­a­na pas­sou a ocu­par, on­tem, so­zi­nha, uma ce­la de 6 m².

Mo­ro e Aé­cio: na bo­ca das re­des so­ci­ais.

Vi­ra­li­za­ram on­tem nas re­des so­ci­ais fo­tos fei­tas du­ran­te a pre­mi­a­ção Bra­si­lei­ros do Ano, da re­vis­ta Is­toÉ, em São Pau­lo. Mo­ti­vo: na fo­to, o juiz fe­de­ral Sér­gio Mo­ro, res­pon­sá­vel pe­la Ope­ra­ção La­va-Ja­to, apa­re­ce em ale­gre con­ver­sa com o se­na­dor Aé­cio Ne­ves (PSDBSP). Ne­ves é ci­ta­do nas de­la­ções da Ode­bre­cht e da OAS, e te­ria re­ce­bi­do pro­pi­na de Fur­nas — ele ne­ga tu­do. Pa­ra al­guns in­ter­nau­tas, a fo­to se­ria “pro­va” de co­mo Mo­ro ten­de a pou­par po­lí­ti­cos do PSDB por ter afi­ni­da­de ide­o­ló­gi­ca.

CPI da Me­ren­da: ne­nhum po­lí­ti­co ci­ta­do.

Re­la­tó­rio fi­nal da CPI da Me­ren­da em S Pau­lo — es­que­ma de frau­des na me­ren­da es­co­lar —, do de­pu­ta­do Es­te­vam Gal­vão (DEM), não apon­ta ne­nhum po­lí­ti­co, en­tre as 20 pes­so­as vis­tas co­mo res­pon­sá­veis. São ci­ta­dos fun­ci­o­ná­ri­os da As­sem­bleia Le­gis­la­ti­va de SP e do go­ver­no do Es­ta­do, além de ser­vi­do­res de 22 pre­fei­tu­ras pau­lis­tas. Nas in­ves­ti­ga­ções, en­tre­tan­to, fo­ram ci­ta­dos três de­pu­ta­dos es­ta­du­ais e dois fe­de­rais, do PSDB, SD e PPS.

Adri­a­na, mu­lher de Ca­bral, ocu­pa so­zi­nha uma ce­la na pri­são.

Sér­gio Mo­ro com Aé­cio Ne­ves na en­tre­ga de prê­mio em SP: sor­ri­sos pro­va­ri­am ten­dên­cia a fa­vor do PSDB.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.