Pla­nal­to ad­mi­te re­ver ida­de mí­ni­ma pa­ra apo­sen­ta­do­ria

Jornaldodia - - ECONOMIA -

Di­an­te de gri­ta ge­ral a res­pei­to da ida­de mí­ni­ma pa­ra apo­sen­ta­do­ria — 65 anos —, o go­ver­no fe­de­ral po­de ne­go­ci­ar al­ter­na­ti­va com as cen­trais sin­di­cais. A re­gra de tran­si­ção pa­ra ho­mens de 50 anos e mu­lhe­res de 45 — que am­plia o tem­po pa­ra pe­di­do de apo­sen­ta­do­ria — tam­bém po­de ser re­dis­cu­ti­da. A de­ci­são do go­ver­no de ti­rar po­li­ci­ais mi­li­ta­res e bom­bei­ros da pro­pos­ta de mu­dan­ça nas re­gras foi cri­ti­ca­da por es­pe­ci­a­lis­tas. As du­as ca­te­go­ri­as re­pre­sen­tam qua­se me­ta­de do rom­bo to­tal de R$ 60,9 bi­lhões dos 26 Es­ta­dos e do Dis­tri­to Fe­de­ral.

Mu­dan­ças na pre­vi­dên­cia de mi­li­ta­res

Pro­je­to de lei com­ple­men­tar com mu­dan­ças nas re­gras pre­vi­den­ciá­ri­as pa­ra os mi­li­ta­res já es­tá em dis­cus­são e de­ve ser en­vi­a­do à Ca­sa Ci­vil en­tre ja­nei­ro e fe­ve­rei­ro do ano que vem, se­gun­do o mi­nis­tro Raul Jung­mann, De­fe­sa. Ele afir­mou que não es­tá des­car­ta­da a proi­bi­ção ao acú­mu­lo de pen­são e apo­sen­ta­do­ria, co­mo pre­vis­to na PEC 287, en­vi­a­da es­ta se­ma­na ao Con­gres­so. O pro­je­to al­te­ra as re­gras pa­ra trabalhadores do se­tor pri­va­do e ser­vi­do­res pú­bli­cos. Se­gun­do ele, os mi­li­ta­res não que­rem pri­vi­lé­gi­os. “Que­re­mos ape­nas que se re­co­nhe­ça as es­pe­ci­fi­ci­da­des”, dis­se Jung­mann.

PEC do Te­to pron­ta pa­ra ser vo­ta­da

Em me­nos de seis ho­ras, os se­na­do­res fi­ze­ram on­tem três ses­sões pa­ra com­ple­tar o pra­zo re­gi­men­tal e, as­sim, ace­le­rar a vo­ta­ção da Pro­pos­ta de Emen­da Cons­ti­tu­ci­o­nal (PEC) do Te­to de Gas­tos. Com a ajuda do pre­si­den­te do Se­na­do, Re­nan Ca­lhei­ros (PMDBAL), a ma­no­bra per­mi­ti­ria que a Ca­sa pu­des­se vo­tar o prin­ci­pal pro­je­to do go­ver­no Te­mer on­tem mes­mo. Sem quó­rum, en­tre­tan­to, a vo­ta­ção fi­cou pa­ra 3a-fei­ra, 13dez16. “Es­ta­mos aqui so­man­do es­for­ços pa­ra que pos­sa­mos em no­me do País re­cu­pe­rar o tem­po per­di­do”, dis­se Re­nan.

Rio e Mi­nas par­ce­lam sa­lá­ri­os

Tan­to o Es­ta­do do Rio qu­an­to o de Mi­nas Ge­rais es­tão par­ce­lan­do os sa­lá­ri­os, por fal­ta de di­nhei­ro. Mes­mo sem ter pa­go ou­tu­bro, o Rio já vai par­ce­lar os sa­lá­ri­os de no­vem­bro — só Po­lí­cia e Edu­ca­ção re­ce­be­rão em dia. Em Mi­nas, de­pois do de­cre­to de ca­la­mi­da­de fi­nan­cei­ra, o Es­ta­do anun­ci­ou on­tem que vai par­ce­lar o 13º. On­tem, pe­la pri­mei­ra vez, a Jus­ti­ça de­ter­mi­nou que o go­ver­no fe­de­ral in­clua já os re­cur­sos das mul­tas na par­ti­lha do Fun­do de Par­ti­ci­pa­ção dos Mu­ni­cí­pi­os (FPM). Até ago­ra, a União só re­pas­sou o ar­re­ca­da­do com o IR.

Ma­lha fi­na pe­ga 771,8 mil con­tri­buin­tes

Por uma sé­rie de mo­ti­vos — omis­são de ren­da, de­du­ções in­de­vi­das, des­pe­sas mé­di­cas sem com­pro­va­ção, en­tre ou­tros —, a Re­cei­ta Fe­de­ral re­te­ve 771.801 de­cla­ra­ções do Im­pos­to de Ren­da. Ou 2,61% de um to­tal de 29,54 mi­lhões de de­cla­ra­ções en­tre­gues es­te ano. O con­tri­buin­te po­de con­sul­tar in­for­ma­ções so­bre a si­tu­a­ção da de­cla­ra­ção pe­la pá­gi­na da Re­cei­ta, na in­ter­net.

Mi­nis­tro Jung­mann: sem pri­vi­lé­gi­os pa­ra mi­li­ta­res.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.