Ne­to fi­ca sa­ben­do da tra­gé­dia da Cha­pe­co­en­se

Jornaldodia - - GERAL -

Em co­ma in­du­zi­do por 13 dias, o jo­ga­dor Ne­to, que so­bre­vi­veu à tra­gé­dia com a Cha­pe­co­en­se na Colôm­bia, só on­tem fi­cou sa­ben­do da mor­te dos com­pa­nhei­ros de equi­pe. Ne­to foi re­ti­ra­do do co­ma no sá­ba­do, sem qual­quer lem­bran­ça da que­da do avião. Se­gun­do o mé­di­co Car­los Men­don­ça, que lhe deu a no­tí­cia, o jo­ga­dor fi­cou “mui­to emo­ci­o­na­do”. Os mé­di­cos pre­ten­di­am es­pe­rar mais pa­ra con­tar so­bre o aci­den­te, mas o atle­ta fi­cou des­con­fi­a­do ao cons­ta­tar a gra­vi­da­de de seus fe­ri­men­tos.

Cris­ti­a­no Ro­nal­do con­quis­ta a

Bo­la de Ou­ro

Pe­la 4ª vez (2008, 2013, 2014 e ago­ra), o por­tu­guês Cris­ti­a­no Ro­nal­do con­quis­tou a Bo­la de Ou­ro, da re­vis­ta Fran­ce Fo­ot­ball, di­vul­ga­do on­tem. É ele o me­lhor jo­ga­dor do ano. CR7 ga­nhou a Li­ga dos Cam­peões pe­lo Re­al Ma­drid e a Eu­ro­co­pa pe­la Se­le­ção Por­tu­gue­sa. Mais uma Bo­la de Ou­ro e ele igua­la­rá o re­cor­de de Mes­si. Nes­te ano, Ney­mar fi­cou em 5º. À sua fren­te, es­tão o ar­gen­ti­no Mes­si, 2º; o fran­cês Gri­ez­mann, 3º; e o uru­guaio Luis Suá­rez, 4º.

Pú­bli­co de me­trô e trem au­men­ta 38%

Pe­la pri­mei­ra pes­qui­sa Trans­por­te Me­tro­fer­ro­viá­rio de Pas­sa­gei­ros, di­vul­ga­da on­tem pe­la Con­fe­de­ra­ção Na­ci­o­nal dos Trans­por­tes (CNT) e pe­la As­so­ci­a­ção Na­ci­o­nal dos Trans­por­ta­do­res de Pas­sa­gei­ros so­bre Tri­lhos (ANPT­ri­lhos), em­bo­ra a ma­lha de me­trôs, trens ur­ba­nos e VLTs te­nha cres­ci­do ape­nas 7% en­tre 2012 e 2015, o pú­bli­co des­ses mei­os au­men­tou 38%. Is­to é, en­tra­ram 170 mi­lhões de no­vos usuá­ri­os. Pa­ra o Brasil aten­der o cres­ci­men­to da de­man­da, se­ria ne­ces­sá­rio au­men­tar a re­de em 850 km, o que de­man­da­ria in­ves­ti­men­tos de R$ 167 bi­lhões. To­dos os me­trôs do País so­mam, ho­je, 309 km.

Re­no­va­ção do Fi­es: até dia 30dez16.

Qu­em quer re­no­var o con­tra­to do Fun­do de Fi­nan­ci­a­men­to Es­tu­dan­til (Fi­es) tem no­vo pra­zo: 30dez16. Do 1,5 mi­lhão de es­tu­dan­tes que têm de fa­zer a re­no­va­ção, fal­tam 300 mil, se­gun­do o go­ver­no. O pe­río­do pa­ra a re­no­va­ção de con­tra­tos ter­mi­na­ria no dia 31out16, mas o go­ver­no não ti­nha di­nhei­ro pa­ra hon­rar as ta­xas ban­cá­ri­as. Foi ne­ces­sá­rio li­be­rar re­cur­sos ex­tra­or­di­ná­ri­os por meio de me­di­da pro­vi­só­ria. Com is­so, o pra­zo foi pror­ro­ga­do pa­ra 15 de de­zem­bro e, ago­ra, pa­ra 30.

De on­de vem es­sa luz do es­pa­ço?

Um bu­ra­co ne­gro en­go­le uma es­tre­la: es­pe­tá­cu­lo.

Um pon­to de luz com bri­lho ex­tra­or­di­ná­rio cha­mou a aten­ção dos ci­en­tis­tas das agên­ci­as es­pa­ci­ais Na­sa (EUA) e da ESA (União Eu­ro­peia). É o even­to ba­ti­za­do de ASASSN-15lh, em 2015. O fenô­me­no é tão in­crí­vel que acre­di­ta­va-se em uma su­per­no­va — ex­plo­são de uma es­tre­la no fim do seu ci­clo de vi­da. Ago­ra, um gru­po de as­trô­no­mos su­ge­re que a fon­te de luz era, na ver­da­de, um even­to ain­da mais ra­ro: um bu­ra­co ne­gro em ro­ta­ção rá­pi­da en­go­lin­do uma es­tre­la que che­gou per­to de­mais.

Sis­te­mas me­tro­fer­ro­viá­ri­os: 170 mi­lhões de no­vos usuá­ri­os — com pou­co cres­ci­men­to da es­tru­tu­ra.

Cris­ti­a­no Ro­nal­do: qua­tro prê­mi­os.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.