Gilmar Men­des ne­ga con­fli­to

Jornaldodia - - PAGINA DELANTERA -

Con­tra crí­ti­cas so­bre sua vi­a­gem a Por­tu­gal no avião da Pre­si­dên­cia, o mi­nis­tro Gilmar Men­des, do Su­pre­mo, dis­se não ha­ver con­fli­tos. Men­des pre­si­de o Tri­bu­nal Su­pe­ri­or Elei­to­ral (TSE), que jul­ga­rá a pro­ce­dên­cia ou não de ação do PSDB que acu­sa a cha­pa Dil­ma-Te­mer de ter co­me­ti­do abu­so de po­der po­lí­ti­co e econô­mi­co nas elei­ções de 2014. “Não pre­ci­sa vi­a­jar pa­ra com­bi­nar coi­sa es­pú­ria”, dis­se o mi­nis­tro. E ne­gou que te­nha con­ver­sa­do so­bre o pro­ces­so com o pre­si­den­te Te­mer. Em Por­tu­gal, Men­des não com­pa­re­ceu ao fu­ne­ral de Má­rio So­a­res, ra­zão da vi­a­gem.

Te­mer em Lis­boa

Em Lis­boa pa­ra o fu­ne­ral do ex-pre­si­den­te por­tu­guês Má­rio So­a­res, o pre­si­den­te Mi­chel Te­mer es­te­ve on­tem com o che­fe de Es­ta­do do país, Mar­ce­lo Re­be­lo de Sou­sa, no Pa­lá­cio de Be­lém, per­to do Mos­tei­ro dos Je­ró­ni­mos, on­de se dá o ve­ló­rio. “Ao tra­zer as con­do­lên­ci­as do po­vo bra­si­lei­ro, es­se nos­so ges­to ser­ve pa­ra re­for­çar a li­ga­ção en­tre Bra­sil e Por­tu­gal”, dis­se Te­mer a Sou­za. O mi­nis­tro do STF Gilmar Men­des, que tam­bém fez par­te da co­mi­ti­va, não par­ti­ci­pou do en­con­tro bi­la­te­ral.

Can­di­da­to Jo­vair Aran­tes pre­ga in­de­pen­dên­cia da Câ­ma­ra

Ao lan­çar ofi­ci­al­men­te sua can­di­da­tu­ra à pre­si­dên­cia da Câ­ma­ra, on­tem, o lí­der do PTB Jo­vair Aran­tes (GO) pre­gou a in­de­pen­dên­cia da Ca­sa an­te o Pla­nal­to e o Su­pre­mo. “Não po­de­mos ter uma Ca­sa tu­te­la­da”, dis­se ele, re­fe­rin­do-se prin­ci­pal­men­te à Jus­ti­ça. Jo­vair tam­bém cri­ti­cou o atu­al pre­si­den­te, Ro­dri­go Maia (DEM-RJ), que ten­ta se re­e­le­ger, em­bo­ra a Cons­ti­tui­ção e o Re­gi­men­to In­ter­no ve­dem a pos­si­bi­li­da­de. Maia en­ten­de que, co­mo foi elei­to pa­ra um man­da­to tam­pão após a cas­sa­ção de Edu­ar­do Cu­nha (PMDB-RJ), a re­gra não se apli­ca a ele.

Go­ver­na­dor do Amazonas acu­sa­do de acor­do com fac­ção

Em tro­ca de 100 mil vo­tos — dis­se on­tem o se­na­dor Edu­ar­do Bra­ga (PMDB-AM) —, o atu­al go­ver­na­dor do Amazonas, Jo­sé Me­lo (PROS), te­ria fei­to um acor­do com a fac­ção Fa­mí­lia do Nor­te (FDN) pa­ra dar ‘li­ber­da­de con­di­ci­o­na­da’ nos pre­sí­di­os do Es­ta­do. Is­to é, fa­ci­li­da­des pa­ra uso de ar­mas e dro­gas. Bra­ga já ha­via de­nun­ci­a­do o acor­do em 2014, qu­an­do dis­pu­tou o go­ver­no com Me­lo e per­deu. Em no­ta ofi­ci­al, Me­lo re­ba­teu as acu­sa­ções, cha­man­do-as de “men­ti­ro­sas, ir­res­pon­sá­veis e cri­mi­no­sas”.

Se­nhas do go­ver­no di­vul­ga­das por en­ga­no

Por en­ga­no, o Por­tal Bra­sil, do Pla­nal­to, pos­tou no Twit­ter uma in­for­ma­ção so­bre a For­ça Na­ci­o­nal com um link que não de­ve­ria ser di­vul­ga­do. O link le­va a uma con­ta no Go­o­gle Dri­ve com as se­nhas de mi­nis­tros e fun­ci­o­ná­ri­os do go­ver­no no Gmail, Fa­ce­bo­ok e Instagram. Cha­ma­ram aten­ção se­nhas co­mo a do pre­si­den­te Te­mer: ‘pla­nal­to­do­te­mer 2016’. A Se­cre­ta­ria de Im­pren­sa in­for­mou que as se­nhas já fo­ram tro­ca­das. Se­gun­do o Pla­nal­to, um fun­ci­o­ná­rio ter­cei­ri­za­do foi res­pon­sa­bi­li­za­do pe­lo va­za­men­to.

A se­nha de Te­mer no Pa­lá­cio do Pla­nal­to era pla­nal­to­do te­mer2016'

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.