Jo­es­ley apon­ta Man­te­ga, Pa­loc­ci e Ser­ra.

Jornaldodia - - POLÍTICA -

En­tre­gue à Pro­cu­ra­do­ria-Ge­ral da Re­pú­bli­ca, um no­vo ane­xo da de­la­ção do em­pre­sá­rio Jo­es­ley Ba­tis­ta afir­ma que ele pe­diu a po­lí­ti­cos pa­ra pres­si­o­nar por fi­nan­ci­a­men­to do BNDES pa­ra cons­truir a fá­bri­ca de ce­lu­lo­se El­do­ra­do, em­pre­sa da J&F ven­di­da na se­ma­na pas­sa­da. Ele afir­ma que re­qui­si­tou a aju­da dos ex­mi­nis­tros Gui­do Man­te­ga e An­to­nio Pa­loc­ci, que co­or­de­na­va a cam­pa­nha de Dil­ma Rous­seff (PT) em 2010, e até do se­na­dor Jo­sé Ser­ra (PSDBSP), en­tão can­di­da­to a pre­si­den­te. Se­gun­do Jo­es­ley, a li­be­ra­ção do em­prés­ti­mo ren­deu pro­pi­na de 4% a Man­te­ga.

Re­for­ma po­lí­ti­ca em dis­cus­são

Es­tá na pau­ta da Câ­ma­ra pa­ra es­ta se­ma­na, co­mo de­fi­ni­do pe­lo pre­si­den­te in­te­ri­no da Casa, André Fu­fu­ca (PPMA), a vo­ta­ção da PEC 282/ 16, da re­for­ma po­lí­ti­ca. En­tre ou­tros pon­tos, a PEC aca­ba com as co­li­ga­ções par­ti­dá­ri­as e cria cláu­su­la de de­sem­pe­nho pa­ra aces­so a re­cur­sos do Fun­do Par­ti­dá­rio e ao ho­rá­rio gra­tui­to de rá­dio e TV. A ma­té­ria pre­ci­sa ser apro­va­da pe­la Câ­ma­ra em dois tur­nos, por 308 vo­tos, pa­ra ser en­ca­mi­nha­da ao Se­na­do. A pro­pos­ta pre­ci­sa ser apro­va­da pe­la Câ­ma­ra e pe­lo Se­na­do e pro­mul­ga­da an­tes de 07out17 pa­ra va­ler pa­ra as elei­ções do ano que vem.

Lí­de­res ten­tam apro­var se­mi­dis­tri­tão

Pa­ra ten­tar apro­var o ‘se­mi­dis­tri­tão’, os lí­de­res da Câ­ma­ra reú­nem-se ho­je pa­ra ten­tar con­quis­tar o apoio do PT. O ‘se­mi­dis­tri­tão’ ele­ge os can­di­da­tos mais vo­ta­dos, mas tam­bém dá pe­so ao vo­to em le­gen­da. O lí­der pe­tis­ta, Car­los Za­rat­ti­ni (SP), diz que ain­da há “res­tri­ções” no par­ti­do em re­la­ção ao ‘se­mi­dis­tri­tão’ e que vai con­sul­tar a ban­ca­da. Já a cláu­su­la de bar­rei­ra po­de ser as­fi­xi­a­da na Câ­ma­ra, por pres­são dos par­ti­dos na­ni­cos. O País tem 35 par­ti­dos Há ou­tras 67 le­gen­das em for­ma­ção.

Te­mer pre­pa­ra-se pa­ra no­va de­nún­cia

As­sim que vol­tar da Chi­na, 4afei­ra, 06set17, o pre­si­den­te Te­mer de­ve se reu­nir com lí­de­res de par­ti­dos pa­ra se de­fen­der de pre­vis­ta no­va de­nún­cia do pro­cu­ra­dor-ge­ral da Re­pú­bli­ca, Ro­dri­go Ja­not. Pa­ra au­xi­li­a­res de Te­mer, Ja­not apre­sen­ta­rá no­va acu­sa­ção nos pró­xi­mos di­as. A es­tra­té­gia do Pla­nal­to pre­vê for­te reação po­lí­ti­ca da ba­se pa­ra des­qua­li­fi­car o pro­cu­ra­dor­ge­ral. En­tre­tan­to, os ali­a­dos exi­gem “com­pen­sa­ções” co­mo car­gos em mi­nis­té­ri­os e se­cre­ta­ri­as pa­ra re­no­var o apoio a Te­mer.

Alck­min po­de dei­xar go­ver­no de SP em abril

Em en­tre­vis­ta on­tem, o go­ver­na­dor Ge­ral­do Alck­min (PSDB-SP) afir­mou que po­de dei­xar o go­ver­no do Estado na pri­mei­ra se­ma­na de abr2018 pa­ra dis­pu­tar a Pre­si­dên­cia da Re­pú­bli­ca. “Já fui can­di­da­to a pre­si­den­te, em 2006. Es­tou bem mais pre­pa­ra­do”, afir­mou o go­ver­na­dor, ao vi­si­tar es­co­la es­ta­du­al na zo­na Nor­te de São Pau­lo, nes­te do­min­go. O tu­ca­no dis­se que o Bra­sil tem “uma enor­me pos­si­bi­li­da­de de re­to­mar o cres­ci­men­to”. Alck­min dis­se que es­tá “mais pre­pa­ra­do” pa­ra co­man­dar o País do que em 2006, quan­do con­cor­reu con­tra o en­tão pre­si­den­te Lu­la.

Te­mer já es­pe­ra no­vo ata­que do pro­cu­ra­dor Ja­not

Jo­es­ley Ba­tis­ta (à di­rei­ta): no­vas de­la­ções con­tra po­lí­ti­cos apon­tam pro­pi­na de 4% pa­ra ex-mi­nis­tro Man­te­ga.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.