Se­na­do apro­va tex­to­ba­se da TLP

Jornaldodia - - ECONOMIA -

Por 36 vo­tos a 14, o Se­na­do apro­vou on­tem a MP 777/17, que ins­ti­tui a Ta­xa de Lon­go Pra­zo (TLP) pa­ra con­tra­tos com o BNDES. A TLP subs­ti­tui a Ta­xa de Ju­ros de Lon­go Pra­zo (TJLP), que ti­nha ju­ros for­te­men­te sub­si­di­a­dos; a TLP tem ta­xas mais pró­xi­mas do mer­ca­do. A ta­xa sub­si­di­a­da se­rá man­ti­da pa­ra fi­nan­ci­a­men­to de in­fra­es­tru­tu­ra. A TLP se­rá com­pos­ta pe­la va­ri­a­ção do IPCA e pe­la ta­xa de ju­ros pre­fi­xa­da das No­tas do Te­sou­ro Na­ci­o­nal (NTN-B) vi­gen­te no mo­men­to da con­tra­ta­ção do fi­nan­ci­a­men­to. O go­ver­no es­pe­ra que cai­am os cus­tos do Te­sou­ro Na­ci­o­nal.

Apro­va­das as me­tas de dé­fi­cit

Fi­nal­men­te foi con­cluí­da on­tem à noi­te a vo­ta­ção do pro­je­to que al­te­ra a me­ta de dé­fi­cit pú­bli­co pa­ra 2017 e 2018. O tex­to-ba­se foi apro­va­do na se­ma­na pas­sa­da. Fal­ta­vam os des­ta­ques. O pro­je­to pre­vê dé­fi­cit de R$ 159 bi­lhões pa­ra 2017 e ou­tro tan­to pa­ra 2018. Os dé­fi­cits pre­vis­tos eram de R$ 139 bi­lhões pa­ra es­te ano (mais R$ 20 bi­lhões) e de R$ 129 bi­lhões em 2018 (mais R$ 30 bi­lhões). A no­va me­ta pri­má­ria equi­va­le a dé­fi­cit de 2,4% do PIB e 2,23% do PIB em 2017 e 2018, respectivamente.

Maia ho­mo­lo­ga acor­do de re­cu­pe­ra­ção do Rio

Em lá­gri­mas, o pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca em exer­cí­cio, Ro­dri­go Maia (DEM-RJ), as­si­nou on­tem o acor­do de re­cu­pe­ra­ção fis­cal do Es­ta­do do Rio. Ao ade­rir ao pla­no de rcu­pe­ra­ção fis­cal, o Es­ta­do te­rá de fa­zer ajus­tes de R$ 63 bi­lhões — por meio de au­men­to de re­cei­tas, re­du­ção de des­pe­sas, em­prés­ti­mos e sus­pen­são da dí­vi­da com a União. Em dis­cur­so, o go­ver­na­dor Luiz Fer­nan­do Pe­zão (PMDBRJ) fez lon­gos agra­de­ci­men­tos a mi­nis­tros e par­la­men­ta­res, a Maia e ao pre­si­den­te Mi­chel Te­mer pe­lo em­pe­nho na apro­va­ção da lei que tra­ta da re­cu­pe­ra­ção.

Gás de co­zi­nha vai au­men­tar 12,2%

Co­me­çou a va­ler on­tem o au­men­to de 3,3% do pre­ço da ga­so­li­na nas re­fi­na­ri­as — de­vi­do ao au­men­to do pe­tró­leo de­pois da tem­pes­ta­de Har­vey, nos EUA. Nos pos­tos, o com­bus­tí­vel che­ga a mais de R$ 4 por li­tro. Ho­je, a Pe­tro­bras au­men­ta­rá o pre­ço do GLP da in­dús­tria e do co­mér­cio em 2,5%, e pa­ra con­su­mi­do­res re­si­den­ci­ais, 12,2%, em mé­dia. Se in­te­gral­men­te re­pas­sa­do, a Pe­tro­bras cal­cu­la que o pre­ço po­de su­bir, em mé­dia, em 4,2% ou R$ 2,44 a mais por bo­ti­jão. O au­men­to do gás de co­zi­nha en­tra em vi­gor à mei­a­noi­te des­ta 4a-fei­ra.

Ces­ta bá­si­ca cai em 21 ca­pi­tais

Em agos­to, os pre­ços dos ali­men­tos da ces­ta bá­si­ca caí­ram em 21 das 24 ca­pi­tais pes­qui­sa­das pe­lo De­par­ta­men­to In­ter­sin­di­cal de Es­ta­tís­ti­ca e Es­tu­dos So­ci­o­e­conô­mi­cos (Di­e­e­se). O re­la­tó­rio di­vul­ga­do on­tem mos­tra que­da em Cam­po Gran­de (7,09%), Sal­va­dor (-7,05%), Na­tal (-6,15%) e no Re­ci­fe (5,84%). As al­tas fo­ram re­gis­tra­das em Goi­â­nia (0,04%), Ma­ceió (0,91%) e Boa Vis­ta (1,40%). A ces­ta mais ca­ra foi re­gis­tra­da em Por­to Ale­gre (R$ 445,76); e a mais barata, em Sal­va­dor (R$ 332,10).

Ro­dri­go Maia em lá­gri­mas: re­cu­pe­ra­ção do Rio.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.