Cu­nha acu­sa Ja­not e Jo­es­ley

Jornaldodia - - POLÍTICA -

“Não exis­te es­sa his­tó­ria de di­zer que es­tou em si­lên­cio por­que es­tou re­ce­ben­do pa­ra não de­la­tar. Par­te dis­so é for­ja­do pa­ra im­pu­tar cri­me ao Mi­chel [pre­si­den­te Mi­chel Te­mer] no atu­al man­da­to”. Di­re­ta­men­te, o de­pu­ta­do cas­sa­do Edu­ar­do Cu­nha afir­mou que o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral (MPF) e o em­pre­sá­rio Jo­es­ley Ba­tis­ta (gru­po J&F) for­ja­ram a su­pos­ta com­pra de seu si­lên­cio. Is­so em­ba­sou uma das de­nún­ci­as do en­tão pro­cu­ra­dor-ge­ral, Ro­dri­go Ja­not, con­tra Te­mer, após Jo­es­ley ter gra­va­do con­ver­sa em que Te­mer apa­ren­te­men­te dá anuên­cia a pa­ga­men­tos a Cu­nha.

Hen­ri­que Al­ves: “Ter­cei­ros mo­vi­men­ta­ram mi­nha con­ta”.

Em de­poi­men­to à Jus­ti­ça Fe­de­ral em Brasília, o ex-de­pu­ta­do e ex-mi­nis­tro Hen­ri­que Edu­ar­do Al­ves (PMDB) ne­gou par­ti­ci­pa­ção em es­que­mas de cor­rup­ção. Ele é réu acu­sa­do de par­ti­ci­par de ne­go­ci­a­ção de pro­pi­nas em tro­ca de li­be­ra­ção de re­cur­sos do Fun­do de In­ves­ti­men­to do FGTS (FI-FGTS). Tam­bém é apon­ta­do por ocul­tar va­lo­res em con­ta no ex­te­ri­or. Al­ves ad­mi­tiu do­a­ções em cai­xa 2. Mas ne­gou ter ma­ni­pu­la­do pro­je­tos do FI-FGTS. Ad­mi­tiu a con­ta no ban­co Mer­rill Lyn­ch, mas ale­gou nun­ca ter fei­to qual­quer mo­vi­men­ta­ção — segundo ele, a con­ta foi mo­vi­men­ta­da por ter­cei­ros, à sua re­ve­lia. Al­ves es­tá pre­so des­de ju­nho.

Pe­zão e Pa­es de­nun­ci­a­dos por cai­xa 2

De­la­ção do mar­que­tei­ro Re­na­to Pe­rei­ra à Pro­cu­ra­do­ri­aGe­ral da Re­pú­bli­ca (PGR) apon­ta o go­ver­na­dor Luiz Fer­nan­do Pe­zão por ter re­ce­bi­do R$ 5 mi­lhões e o ex­pre­fei­to Edu­ar­do Pa­es (am­bos do PMDB-RJ) por R$ 11,4 mi­lhões — por meio de cai­xa 2. A em­prei­tei­ra An­dra­de Gu­ti­er­rez usou du­as gran­des agên­ci­as de pu­bli­ci­da­de — Pro­peg e NBS — pa­ra re­pas­sar R$ 5 mi­lhões à cam­pa­nha de Pe­zão. A acu­sa­ção a Pa­es po­de frus­trar seus pla­nos de dis­pu­tar o go­ver­no do Es­ta­do no ano que vem.

Pro­pa­gan­da na re­de: “Vi­ra­mos o jo­go”.

Di­vul­ga­da on­tem no Twit­ter, pro­pa­gan­da do go­ver­no fe­de­ral foi al­vo de crí­ti­cas. A men­sa­gem oti­mis­ta com ima­gens da tor­ci­da bra­si­lei­ra pas­sa do de­sâ­ni­mo à eu­fo­ria com men­ções à in­fla­ção, ao de­sem­pre­go e ao ju­ro. O ví­deo tam­bém res­sal­ta que, em 2015, a Pe­tro­bras ti­nha “si­do sa­que­a­da, rou­ba­da, des­truí­da”. “Vi­ra­mos es­se jo­go”, diz a pe­ça, “Fi­ze­mos do li­mão, li­mo­na­da”. In­ter­nau­tas dis­se­ram que as afir­ma­ções do go­ver­no são “men­ti­ra”.

Arthur Li­ra (PP) ata­ca o PSDB.

Se de­pen­des­se do lí­der do PP na Câ­ma­ra, de­pu­ta­do Arthur Li­ra (AL), o PSDB de­sem­bar­ca­ria ago­ra do go­ver­no Te­mer (PMDB). Na ava­li­a­ção de­le, quem es­tá in­sa­tis­fei­to com o go­ver­no de­ve sair ime­di­a­ta­men­te — em re­fe­rên­cia a ar­ti­go do ex-pre­si­den­te Fer­nan­do Hen­ri­que Car­do­so, que de­fen­de o de­sem­bar­que em dez2017. O ata­que vi­sa o mi­nis­tro Antô­nio Im­bas­sahy, Se­cre­ta­ria de Go­ver­no. Pa­ra o lí­der do PP, a atu­a­ção pou­co efi­ci­en­te de Im­bas­sahy co­mo ar­ti­cu­la­dor tem res­pon­sa­bi­li­da­de no ra­cha vi­vi­do pe­lo par­ti­do.

Crí­ti­cas à pro­pa­gan­da do go­ver­no: "Men­ti­ra".

Ex-mi­nis­tro Hen­ri­que Al­ves: segundo ele, con­ta no ex­te­ri­or foi mo­vi­men­ta­da por ter­cei­ros, à sua re­ve­lia.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.