HO­RÓS­CO­PO

Mais Mais TV - - Horóscopo - Por Vi­tó­ria Fer­nan­des, as­tró­lo­ga Es­cre­va pa­ra mim En­vie su­as dú­vi­das pa­ra o e-mail vi­to­ri­a­as­tro­lo­ga@as­tral.com.br

To­que má­gi­co “An­tes de jul­gar uma pes­soa, ca­mi­nhe três lu­as com seus sa­pa­tos.” (pro­vér­bio Si­oux)

Pre­vi­sões de 1 a 7 de ou­tu­bro

Céu da se­ma­na: Sol e Mer­cú­rio dão for­ça e pro­te­ção pa­ra os re­la­ci­o­na­men­tos. É ho­ra de va­lo­ri­zar a har­mo­nia e con­ci­li­ar di­fe­ren­ças.

ÁRI­ES

(21/3 a 20/4) Tal­vez te­nha que abrir mão de al­go no tra­ba­lho, mas não aban­do­ne su­as me­tas. Nes­tes di­as, se­gu­re os gas­tos. É ho­ra de pri­o­ri­zar seu bem- es­tar. Na­mo­ro re­cen­te tem tu­do pa­ra dar cer­to. Se es­tá só, o co­ra­ção po­de ba­lan­çar por al­guém que co­nhe­ce.

TOU­RO

(21/4 a 20/5) Gra­ças ao seu po­der de co­mu­ni­ca­ção, po­de se dar bem pro­fis­si­o­nal­men­te. Se con­ta­rem al­go pa­ra vo­cê, con­vém man­ter em si­gi­lo. Al­tos e bai­xos nas ami­za­des. No amor, é o mo­men­to de ex­pres­sar seu in­te­res­se na pa­que­ra. Com o par, óti­mas ener­gi­as!

GÊMEOS

(21/5 a 20/6) Com seu em­pe­nho e for­ça de von­ta­de, po­de se des­ta­car no tra­ba­lho. To­da­via, há ris­co de de­sen­ten­di­men­to com al­gum co­le­ga. Con­se­lho de pa­ren­te se­rá útil pa­ra a sua qua­li­da­de de vi­da. O ro­man­ce pe­de mais cum­pli­ci­da­de e me­nos ciú­me. Pe­gue le­ve!

CÂN­CER

(21/6 a 21/7) As­sun­tos fi­nan­cei­ros com pa­ren­tes vão exi­gir mais aten­ção de sua par­te. Cau­te­la com atri­tos em ca­sa. Na união amo­ro­sa, con­vém con­tro­lar seu sen­ti­men­to de pos­se. Se es­tá sol­tei­ra, pes­soa ami­ga po­de apre­sen­tar al­guém es­pe­ci­al pa­ra vo­cê.

LEÃO

(22/7 a 22/8) Tra­ba­lhar in­di­vi­du­al­men­te se­rá mais pro­du­ti­vo nes­ta

se­ma­na. Fi­que lon­ge de gen­te fo­fo­quei­ra. Em ca­sa, po­de es­cla­re­cer um mal-en­ten­di­do. Na pai­xão, seu bom pa­po te aju­da­rá a con­quis­tar. Des­con­fi­an­ças ron­dam o ro­man­ce: es­cla­re­ça tu­do com o par.

VIR­GEM

(23/8 a 22/9) É tem­po de ba­ta­lhar por su­as me­tas pro­fis­si­o­nais. Bus­ca em­pre­go? Pes­so­as ami­gas po­dem dar uma for­ça e apon­tar opor­tu­ni­da­des. Con­vi­tes pa­ra sair de­vem agi­tar a pa­que­ra ou a re­la­ção amo­ro­sa. Mas pro­cu­re ex­pres­sar mais o que sen­te nes­ses di­as.

LI­BRA

(23/9 a 22/10) Bo­as chan­ces de cres­ci­men­to na car­rei­ra. Mu­dan­ças es­tão a ca­mi­nho. To­da­via, evi­te mis­tu­rar as­sun­tos re­la­ci­o­na­dos a di­nhei­ro com ami­za­des – não vai dar li­ga! No con­ví­vio com o par, con­vém ma­nei­rar nas co­bran­ças. Se es­tá só, po­de re­ver al­guém es­pe­ci­al.

ESCORPIÃO

(23/10 a 21/11) Se­ma­na ide­al pa­ra lei­tu­ras,

pes­qui­sas e es­tu­dos. No tra­ba­lho, te­rá que mos­trar mais jo­go de cin­tu­ra: cau­te­la pa­ra não se in­dis­por com uma pes­soa in­flu­en­te. Na pai­xão, al­guém com­pro­me­ti­do po­de des­per­tar seu in­te­res­se. A dois, apos­te no bom hu­mor e sur­pre­en­da seu amor.

SAGITÁRIO

(22/11 a 21/12) Há pos­si­bi­li­da­de de mu­dar de car­go ou em­pre­go nes­ses di­as. Os ami­gos es­ta­rão ao seu la­do se pre­ci­sar de apoio ou com­pa­nhia. No re­la­ci­o­na­men­to, óti­mo as­tral com sua al­ma gê­mea. Se es­tá só, um na­mo­ro a dis­tân­cia po­de co­me­çar.

CAPRICÓRNIO

(22/12 a 20/1) É ho­ra de en­fren­tar os de­sa­fi­os com con­fi­an­ça: en­ca­re o no­vo com bons

olhos. Tra­ba­lhos em equi­pe fa­vo­re­ci­dos. Apren­di­za­dos e tro­cas com co­le­ga ex­pe­ri­en­te. A dois, cli­ma en­vol­ven­te. Na pa­que­ra, seu ca­ris­ma te aju­da­rá a con­quis­tar quem de­se­ja.

AQUÁ­RIO

(21/01 a 19/2) Pa­ra so­bres­sair no em­pre­go, mos­tre su­as

com­pe­tên­ci­as. Te­rá apoio de co­le­gas, mas os as­tros acon­se­lham a ava­li­ar bem em quem po­de confiar. Se­ma­na in­di­ca­da pa­ra mu­dan­ças na apa­rên­cia. Sur­pre­sas no ro­man­ce, mas ma­nei­re nas exi­gên­ci­as.

PEIXES

(20/2 a 20/3) Dis­tra­ções po­dem ti­rar seu fo­co no tra­ba­lho: fi­que de an­te­na li­ga­da pa­ra não atra­sar na­da. Boa épo­ca pa­ra pla­ne­jar pas­seio, vi­a­gem ou re­ver pes­so­as que mo­ram em ou­tras ci­da­des. Na união, quan­to me­nos mo­no­to­nia, me­lhor. Se es­tá sol­tei­ra, aguar­de bo­as no­vas.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.