Ati­tu­des vi­lãs do ema­gre­ci­men­to

Malu - - Fique Longe! -

Se­ja por saú­de ou es­té­ti­ca, qu­em já não se pe­gou pre­ci­san­do ou que­ren­do ema­gre­cer? É da­do ofi­ci­al do Mi­nis­té­rio da Saú­de: mais da me­ta­de da po­pu­la­ção bra­si­lei­ra es­tá aci­ma do pe­so, e um em ca­da cin­co bra­si­lei­ros es­tá obe­so. O fa­to é que mui­tos co­me­çam uma di­e­ta com o ob­je­ti­vo de ema­gre­cer, mas não con­se­guem man­tê-la. E vá­ri­os são os mo­ti­vos, mas a quei­xa prin­ci­pal é: “não con­si­go ver re­sul­ta­dos”. “Exis­tem di­ver­sos fa­to­res que im­pe­dem o ema­gre­ci­men­to. O ne­ces­sá­rio é re­a­li­zar uma mu­dan­ça de há­bi­tos, e is­so com cer­te­za im­pac­ta­rá na per­da de pe­so”, co­men­ta Daniela Men­sin­ger, nu­tri­ci­o­nis­ta fun­ci­o­nal do Ins­ti­tu­to RV, que in­di­ca al­gu­mas ati­tu­des que po­dem es­tar boi­co­tan­do sua di­e­ta!

1 Subs­ti­tui­ções ina­de

qua­das: “As pes­so­as, por pra­ti­ci­da­de, cos­tu­mam uti­li­zar pro­du­tos in­dus­tri­a­li­za­dos em de­ma­sia, e che­gam a subs­ti­tuir, por exem­plo, fru­tas por bar­ras de ce­re­ais, re­fei­ções por sha­kes e su­cos na­tu­rais por su­cos de cai­xi­nhas, e is­so com­pro­me­te de­mais seu pro­ces­so de ema­gre­ci­men­to”, co­men­ta Daniela. 2 Abu­sar de ado­çan­tes: se­gun­do a nu­tri­ci­o­nis­ta, eles po­dem ser um fa­ci­li­ta­dor da ab­sor­ção de car­boi­dra­tos. “Quan­to mais açú­car ab­sor­vi­do, mai­or a li­be­ra­ção de in­su­li­na, que amen­ta a gor­du­ra no te­ci­do adi­po­so”, aler­ta. 3 Con­ti­nu­ar con­su­min­do em­bu­ti­dos: em­bu­ti­dos são ex­tre­ma­men­te chei­os de só­dio, co­ran­tes e con­ser­van­tes − pre­ju­di­ci­ais pa­ra a saú­de e im­pac­tam no seu ema­gre­ci­men­to.

4 Con­su­mir in­dus­tri­a­li­za­dos light e di­et:

is­so ser­ve in­clu­si­ve pa­ra os re­fri­ge­ran­tes. “A in­dús­tria, pa­ra re­ti­rar ou re­du­zir um com­po­nen­te, sem­pre adi­ci­o­na ou­tro, co­mo por exem­plo, re­ti­ran­do o açú­car ou a gor­du­ra, adi­ci­o­na só­dio, que é tão pre­ju­di­ci­al pa­ra sua saú­de e di­e­ta quan­to os ou­tros com­po­nen­tes”, co­men­ta.

5 Subs­ti­tuir ar­roz e fei­jão por tor­ra­das e

pães: “As pes­so­as, mui­tas ve­zes, evi­tam co­mer ar­roz e fei­jão no al­mo­ço, por exem­plo, mas op­tam por adi­ci­o­nar tor­ra­das ou pães no café da ma­nhã e em lan­ches in­ter­me­diá­ri­os. Mes­mo os que se di­zem in­te­grais, na mai­o­ria das ve­zes não o são, e pos­su­em uma al­ta car­ga gli­cê­mi­ca. En­tão, não é uma subs­ti­tui­ção mui­to in­te­li­gen­te”, con­ta a nu­tri­ci­o­nis­ta.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.