Bul­liyng e au­to­es­ti­ma

Malu - - Estilo Primavera - Ana Paula Ho­lan­da, blo­guei­ra e con­sul­to­ra de mo­da plus si­ze. Si­te www.plus­si­ze­na­mo­da.com.br

Ser uma pes­soa aci­ma do pe­so no mun­do atu­al, on­de o cor­po ma­gro é da­do co­mo o ide­al, não é fá­cil, mas li­dar com o bul­linyg é pi­or ain­da! Ser gor­da po­de, sim, ser bo­ni­to e sau­dá­vel, por que não?

Mui­tas ve­zes, as pes­so­as so­frem bul­liyng den­tro da pró­pria casa. Quem faz isso diz que faz co­mo um aler­ta pa­ra que a pes­soa cui­de de sua saú­de, mas quem é ata­ca­da aca­ba re­ce­ben­do aqui­lo de uma for­ma tão ne­ga­ti­va, que fi­ca com a au­to­es­ti­ma bai­xís­si­ma, e em al­gu­mas si­tu­a­ções en­tra até em de­pres­são.

Gran­de parte des­sas pes­so­as que são gor­das têm o ma­ne­quim gran­de por ser de sua na­tu­re­za, e es­sas mes­mas cui­dam de sua saú­de por meio da ali­men­ta­ção e dos exer­cí­ci­os, e es­tão com seus exa­mes em dia.

Se vo­cê já so­freu bul­liyng al­gu­ma vez, eu te­nho um con­se­lho: abs­traia! Nem tu­do o que que­rem pra nós é o que re­al­men­te ser­ve ou qu­e­re­mos, en­tão, ami­ga, es­que­ça e vi­va a sua vi­da.

Ame-se an­tes dos ou­tros. Vo­cê é o seu cor­po, a sua men­te, e nin­guém sa­be o que vo­cê re­al­men­te tem a ofe­re­cer. As pes­so­as que­rem mol­dar o per­fei­to que nin­guém é. Mos­tre que vo­cê é mais vo­cê!

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.