Sai gui­tar­ra, en­tra fu­zil

Ro­quei­ra vi­ra ter­ro­ris­ta e é mor­ta em ata­que com dro­ne na Sí­ria

Meiahora - RJ - - MUNDO - LON­DRES, IN­GLA­TER­RA

Uma can­to­ra de rock in­gle­sa, que se con­ver­teu ao Is­lã e se tor­nou uma ter­ro­ris­ta doEs­ta­doIs­lâ­mi­co(EI),foi­mor­ta em um ata­que aé­reo na Sí­ria, em que for­ças dos Es­ta­dos Uni­dos usa­ram um dro­ne pa­ra atin­gir o al­vo, de acor­do com o jornal bri­tâ­ni­co The Sun. A jiha­dis­ta, iden­ti­fi­ca­da co­mo Sally Jo­nes, mor­reu em ju­nho, mas a no­tí­cia só foi con­fir­ma­da on­tem. O ata­que ocor­reu­en­quan­to­e­la­vi­a­ja­va­com o fi­lho, de 12 anos, nu­ma es­tra­da sí­ria.Seu­ma­ri­do,otam­bém­jiha­dis­ta Ju­naid Hus­sain, foi mor­to nu­ma­ta­que­si­mi­lar,há­doi­sa­nos.

Au­to­ri­da­des bri­tâ­ni­cas acu­sa­vam Sally de re­cru­tar mu­lhe­res na Eu­ro­pa pa­ra o Es­ta­do Is­lâ­mi­co, des­de que ela vi­a­jou pa­ra par­ti­ci­par da gu­er­ra na Sí­ria, em 2013. Nas re­des so­ci­ais, Sally ga­nhou o ape­li­do de ‘viú­va bran­ca’. Isso por­que, após a mor­te do ma­ri­do, ela ame­a­çou re­a­li­zar um ata­que sui­ci­da co­mo for­ma de vin­gan­ça.

An­tes da con­ver­são re­li­gi­o­sa, Sally can­ta­va nu­ma ban­da punk. Ela vi­via na re­gião de Kent, per­to de Lon­dres, e co­nhe­ceu seu ma­ri­do em si­tes jiha­dis­tas, na in­ter­net.

REpRODuçãO DA IN­TER­NET

An­tes,Sally­ber­ra­va­a­o­mi­cro­fo­ne,mas­pre­fe­riu­bo­tar­fu­zil­pa­ra­can­tar

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.