LIDANDO ME­LHOR COM OS CO­LE­GAS DE TRA­BA­LHO

Mente Curiosa - - NEWS -

En­con­trar pes­so­as mui­to di­fe­ren­tes no am­bi­en­te pro­fis­si­o­nal po­de pro­vo­car um enor­me de­sâ­ni­mo – e por ta­be­la, le­var sua mo­ti­va­ção la­dei­ra abai­xo. O tru­que é ava­li­ar: es­sa pes­soa vai mu­dar de com­por­ta­men­to por sua cau­sa? Dá pa­ra es­pe­rar al­gu­ma me­lho­ra? Se a res­pos­ta for ne­ga­ti­va, abs­traia e fa­ça seu tra­ba­lho. “Tra­ba­lhe fe­liz, fa­ça o seu me­lhor e ig­no­re as ações ne­ga­ti­vas des­se pes­so­al”, des­ta­ca a psi­có­lo­ga e co­a­ch Gra­zi­e­la Van­ni. Cria-se, as­sim, uma bar­rei­ra de pro­te­ção. “Es­sa bar­rei­ra imu­ni­za a pes­soa de tal for­ma que ela não so­fre, sim­ples­men­te es­pe­ra a ação ne­ga­ti­va e não in­ter­pre­ta, ape­nas acei­ta”, ex­pli­ca a pro­fis­si­o­nal. As­sim, a pes­soa vi­ven­cia a si­tu­a­ção de tra­ba­lho de for­ma mais tran­qui­la, sem co­lo­car a emo­ção no meio.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.