Co­mer pa­ra lem­brar

5 ali­men­tos que pro­te­gem as cé­lu­las ner­vo­sas

Mente Curiosa - - NEWS -

1. Ma­çã

É uma das prin­ci­pais fon­tes de fi­se­ti­na, uma subs­tân­cia que fa­vo­re­ce o ama­du­re­ci­men­to das cé­lu­las ner­vo­sas e es­ti­mu­la me­ca­nis­mos ce­re­brais as­so­ci­a­dos à me­mó­ria. Além dis­so, a fru­ta é ri­ca em fi­bras, in­dis­pen­sá­veis pa­ra o bom fun­ci­o­na­men­to do in­tes­ti­no e pa­ra o con­tro­le do co­les­te­rol. Uma ma­çã por dia, in­ter­ca­la­da com ou­tros ti­pos de fru­ta du­ran­te a se­ma­na, é su­fi­ci­en­te pa­ra ga­ran­tir os be­ne­fí­ci­os.

2. Ovo

“A ge­ma con­tém colina, uma vi­ta­mi­na do com­ple­xo B que par­ti­ci­pa da for­ma­ção de no­vos neurô­ni­os,aju­da­na­re­pa­ra­ção­de­cé­lu­las­ce­re­brai­se­ain­da é pre­cur­so­ra do neu­ro­trans­mis­sor ace­til­co­li­na, es­sen­ci­al pa­ra o apren­di­za­do”, afir­ma a nu­tri­ci­o­nis­ta Fer­nan­da Gran­ja. Assim, o oa ali­men­to aju­da es­pe­ci­al­men­te cri­an­ças e ado­les­cen­tes na fa­se e es­co­lar. O ide­al é op­tar por for­mas sau­dá­veis de pre­pa­ro, co­mo o ovo co­zi­do ou “fri­to” em fri­gi­dei­ra an­ti­a­de­ren­te sem óleo. E, co­mo até as op­ções sau­dá­veis de­vem ser con­su­mi­das com mo­de­ra­ção, o re­co­men­da­do é não ul­tra­pas­sar dois ovos por dia, qua­tro ve­zes por se­ma­na.

3. Pei­xes

São as me­lho­res fon­tes de ôme­ga-3, um ti­po de áci­do gra­xo, co­nhe­ci­do co­mo “gor­du­ra do bem”. “O ôme­ga-3 pro­te­ge os neurô­ni­os dos ra­di­cais li­vres, no­tó­ri­os des­trui­do­res de cé­lu­las. Es­tu­dos mos­tram que uma par­te do cé­re­bro é com­pos­ta de ca­dei­as po­li-in­sa­tu­ra­das de ôme­ga-3, co­mo as que são en­con­tra­das nos pei­xes. Por­tan­to, o ali­men­to é útil no pro­ces­so do de­sen­vol­vi­men­to ce­re­bral e sis­te­ma ner­vo­so em ge­ral”, re­ve­la a nu­tri­ci­o­nis­ta. O ide­al é con­su­mir pei­xe pe­lo me­nos du­as ve­zes por se­ma­na, lem­bran­do-se de fi­car lon­ge das fri­tu­ras.

5. Cas­ta­nhas

São ali­men­tos fon­tes de ôme­ga-3, assim co­mo os pei­xes. Por se­rem bas­tan­te ca­ló­ri­cas, o ide­al é não ul­tra­pas­sar a quan­ti­da­de re­co­men­da­da de três uni­da­des pa­ra as mai­o­res, co­mo cas­ta­nha-do-pa­rá e cas­ta­nha-de-ca­ju, ou 1 co­lher (so­pa) pa­ra as me­no­res, co­mo pis­ta­che e amen­doim. Al­guns ti­pos de ole­a­gi­no­sas, co­mo a cas­ta­nha-do-pa­rá, for­ne­cem a quan­ti­da­de de nu­tri­en­tes su­fi­ci­en­te em pou­cas uni­da­des, tor­nan­do-se tó­xi­cas quando es­sa quan­ti­da­de é ul­tra­pas­sa­da. A cas­ta­nha­do-pa­rá tem se­lê­nio em abun­dân­cia, um mi­ne­ral que aju­da a re­tar­dar o en­ve­lhe­ci­men­to, mas que só de­ve ser con­su­mi­do em pe­que­nas do­ses.

4. Bró­co­lis

O nu­tri­en­te que mais se des­ta­ca no ve­ge­tal é o fo­la­to, um ti­po de an­ti­o­xi­dan­te. “Os an­ti­o­xi­dan­tes po­dem pro­te­ger o cé­re­bro contra os da­nos do efei­to oxi­da­ti­vo, que au­men­ta com os maus há­bi­tos (fu­mo, be­bi­da al­coó­li­ca, es­tres­se) e fa­to­res am­bi­en­tais co­mo a po­lui­ção. O fo­la­to é im­por­tan­te pa­ra a ati­vi­da­de neu­ral e fun­ção cog­ni­ti­va”, res­sal­ta a nu­tri­ci­o­nis­ta Isa­bel­la Cor­reia. Ou­tras ver­du­ras ver­de-es­cu­ras, co­mo a cou­ve-man­tei­ga, tam­bém pos­su­em es­sa subs­tân­cia.

CONSULTORIAS Fer­nan­da Gran­ja e Isa­bel­la Cor­reia, nu­tri­ci­o­nis­tas

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.