Fas­cí­nio pe­los as­tros

Mente Curiosa - - NEWS -

Não é de ho­je que a in­fluên­cia de pla­ne­tas, es­tre­las e até sa­té­li­tes é in­ves­ti­ga­da, cri­an­do um mis­to en­tre ci­ên­cia e cren­ça po­pu­lar. Já di­zi­am as avós que cor­tar o ca­be­lo em noi­te de lua cres­cen­te faz os fi­os cres­ce­rem mais rá­pi­do, não é mes­mo? Se is­so re­al­men­te funciona, quem já ten­tou po­de con­tar. É cer­to, con­tu­do, que a cren­ça so­bre o pa­pel dos as­tros na vi­da de quem es­tá na Ter­ra só se re­for­ça. “Há mi­lha­res de anos, as pes­so­as pres­tam aten­ção nas es­tre­las e nos mo­vi­men­tos dos pla­ne­tas. A astrologia sur­giu des­sa con­tem­pla­ção, as­so­ci­an­do a sin­cro­nia en­tre os acon­te­ci­men­tos ce­les­tes e ter­res­tres, por­tan­to, a cu­ri­o­si­da­de é enor­me. To­do mun­do quer sa­ber so­bre sig­no as­cen­den­te, lu­nar, a lo­ca­li­za­ção dos pla­ne­tas e co­mo eles in­flu­en­ci­am no amor, no tra­ba­lho ou em ou­tras áre­as da vi­da. Ca­da pes­soa quer com­pre­en­der mais pro­fun­da­men­te co­mo se com­por­ta, age e re­a­ge pe­ran­te os acon­te­ci­men­tos, e o ma­pa as­tral é um dos ca­mi­nhos pos­sí­veis, co­mo tan­tos ou­tros”, completa Vi­tó­ria.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.