ATI­VI­DA­DE IN­TE­LEC­TU­AL

Mente Curiosa - - EDITORIAL -

Não é só por­que os exer­cí­ci­os fí­si­cos já são ca­pa­zes de pre­ser­var as fun­ções ce­re­brais que as ati­vi­da­des in­te­lec­tu­ais de­vem ser dei­xa­das de la­do. Qu­an­to mais ati­va a men­te for, aliás, mai­o­res as chan­ces de man­ter a lu­ci­dez na ter­cei­ra ida­de. “Sai­ba de­sa­fi­ar seu cé­re­bro mais e mais. De­sen­vol­va ma­nei­ras pa­ra que ele se­ja exi­gi­do cons­tan­te­men­te, por di­ver­sos es­tí­mu­los, co­mo pa­la­vras cru­za­das, ca­ça-pa­la­vras, me­mo­ri­za­ção de lo­cais e lis­tas, as­so­ci­a­ção de ima­gens com si­tu­a­ções, cri­a­ção de cor­re­la­ções, en­fim, tu­do que exi­ja um ra­ci­o­cí­nio, pa­ra evi­tar lap­sos de me­mó­ria e pre­ve­nir do­en­ças cog­ni­ti­vas”, re­co­men­da Paulo Ca­miz.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.