Ví­ti­ma de es­tu­pro dei­xa o Rio e de­ve mu­dar no­me

Ga­ro­ta en­trou pa­ra pro­gra­ma de pro­te­ção e já saiu da ci­da­de com a fa­mí­lia; po­lí­cia bus­ca 4 fo­ra­gi­dos

Metro Brazil (ABC) - - Front Page -

A ado­les­cen­te ví­ti­ma de es­tu­pro em uma fa­ve­la da Pra­ça Se­ca, em Ja­ca­re­pa­guá, na zo­na oes­te, foi en­tre­gue ao Pro­gra­ma de Pro­te­ção a Cri­an­ças e Ado­les­cen­tes Ame­a­ça­dos de Mor­te on­tem e já dei­xou o Rio com a fa­mí­lia. O lu­gar on­de ela irá re­co­me­çar a vi­da, jun­to com a mãe, o pai, a avó, o ir­mão e o fi­lho, não se­rá di­vul­ga­do.

A jo­vem de 16 anos, que mo­ra­va na Ta­qua­ra, per­to da co­mu­ni­da­de on­de acon­te­ceu o abu­so, foi ori­en­ta­da a cor­tar qual­quer ti­po de con­ta­to com an­ti­gos ami­gos. Ela tam­bém não te­rá ce­lu­lar nem com­pu­ta­dor com in­ter­net à dis­po­si­ção.

O se­cre­tá­rio es­ta­du­al de As­sis­tên­cia So­ci­al e Di­rei­tos Hu­ma­nos, Pau­lo Me­lo, afir­mou que a ga­ro­ta po­de­rá in­clu­si­ve ter no­va iden­ti­da­de: “O pro­gra­ma de pro­te­ção vai ava­li­ar, mas eu acho que o cor­re­to se­ria mu­dar de no­me.”

On­tem, po­li­ci­ais ci­vis fi­ze­ram novas di­li­gên­ci­as pa­ra ten­tar pren­der os qua­tro sus­pei­tos que es­tão fo­ra­gi­dos – eles já ti­ve­ram a pri­são de­cre­ta­da pe­la Jus­ti­ça –, mas ne­nhum foi en­con­tra­do. Na fa­ve­la, os agen­tes vol­ta­ram ao lo­cal do cri­me, uma ca­sa cha­ma­da de aba­te­dou­ro, e apre­en­de­ram o col­chão da ca­ma on­de a jo­vem foi abu­sa­da. O ma­te­ri­al se­rá pe­ri­ci­a­do pa­ra ten­tar en­con­trar ves­tí­gi­os e aju­dar nas in­ves­ti­ga­ções.

Os dois sus­pei­tos pre­sos na se­gun­da-feira, Raí de Sou­za, 22 anos, e Lu­cas Per­do­mo Du­ar­te Santos, 20, fo­ram ou­vi­dos no­va­men­te on­tem e se­ri­am le­va­dos pa­ra o Com­ple­xo Pe­ni­ten­ciá­rio de Ge­ri­ci­nó, após o de­poi­men­to – que não ha­via aca­ba­do até o fe­cha­men­to des­ta edi­ção.

O sé­ti­mo sus­pei­to, iden­ti­fi­ca­do pe­la ví­ti­ma na se­gun­da-feira, por meio de fo­tos, não te­ve o no­me di­vul­ga­do, mas se­ria um tra­fi­can­te co­nhe­ci­do co­mo Jef­fi­nho. Raí o apon­tou co­mo a pessoa que te­ria pe­ga­do o seu ce­lu­lar e fei­to as ima­gens da ado­les­cen­te de­sa­cor­da­da e sen­do ma­ni­pu­la­da nas par­tes ín­ti­mas, ví­deo que foi di­vul­ga­do nas re­des so­ci­ais.

Es­sa foi a ver­são apre­sen­ta­da pe­lo sus­pei­to on­tem. Na sex­ta-feira, quan­do pres­tou o pri­mei­ro de­poi­men­to, Raí afir­mou ter fei­to o ví­deo quan­do a ado­les­cen­te es­ta­va de­sa­cor­da­da, mas ne­gou o es­tu­pro, di­zen­do que fez se­xo com a jo­vem com o con­sen­ti­men­to de­la.

“As mu­lhe­res so­frem o es­tu­pro e, quan­do ave­ri­gua­mos, as ví­ti­mas não que­rem de­nun­ci­ar, têm mui­to medo pe­la vi­da de­las. E a fa­mí­lia tam­bém. Eles se ca­lam. Exis­te, ain­da, a ver­go­nha e o re­ceio de não acre­di­ta­rem ne­las.” AMAN­DA MO­TA, RE­PRE­SEN­TAN­TE DO CON­SE­LHO DE DE­FE­SA DA MU­LHER DA OAB-RJ, DI­ZEN­DO QUE A MAI­O­RIA DAS DE­NÚN­CI­AS DE ES­TU­PRO RE­CE­BI­DAS PE­LO ÓR­GÃO, QUE NÃO CHE­GAM PE­LA VÍ­TI­MA, ACA­BA SEM COM­PRO­VA­ÇÃO. MUI­TAS SÃO DE JO­VENS QUE MO­RAM EM FA­VE­LAS

| RE­PRO­DU­ÇÃO/BAND

Col­chão on­de es­tu­pro ocor­reu foi le­va­do pa­ra pe­rí­cia

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.