OMS acon­se­lha bra­si­lei­ras a adi­ar gra­vi­dez

Metro Brazil (ABC) - - Brasil - RAPHA­EL VELEDA

A cri­se po­lí­ti­ca pode ter afas­ta­do o zi­ka ví­rus e su­as con­sequên­ci­as das man­che­tes dos jor­nais, mas a epi­de­mia se­gue avan­çan­do no Bra­sil – são mais de 120 mil ca­sos no­ti­fi­ca­dos des­de ou­tu­bro do ano pas­sa­do; com 39 mil con­fir­ma­ções – e cau­san­do pre­o­cu­pa­ção no mun­do in­tei­ro, com a apro­xi­ma­ção do iní­cio dos Jo­gos Olím­pi­cos do Rio.

Com ba­se em no­vos es­tu­dos so­bre o ví­rus, cu­ja pre­sen­ça es­tá li­ga­da ao de­sen­vol­vi­men­to de mi­cro­ce­fa­lia em fe­tos du­ran­te a ges­ta­ção, a OMS (Or­ga­ni­za­ção Mun­di­al de Saú­de) re­vi­sou on­tem as ori­en­ta­ções pa­ra pes­so­as que vi­si­tam áre­as on­de o ví­rus cir­cu­la, co­mo o Bra­sil: ao in­vés de qua­tro, co­mo ha­via si­do acon­se­lha­do até ago­ra, de­vem fi­car oi­to se­ma­nas usando mé­to­dos con­tra­cep­ti­vos ou se abs­ten­do de se­xo.

Ho­mens que fo­ram di­ag­nos­ti­ca­dos com zi­ka ou apre­sen­ta­ram sin­to­mas da doença (pa­re­ci­dos com os da den­gue, co­mo fe­bre e dor nas ar­ti­cu­la­ções), de­vem usar ca­mi­si­nha com a par­cei­ra por seis me­ses, com o ob­je­ti­vo de evi­tar uma gra­vi­dez de ris­co. Gra­vi­dez Pa­ra as bra­si­lei­ras, a OMS acon­se­lhou o adi­a­men­to da gra­vi­dez, sem en­trar em de­ta­lhes so­bre um pra­zo ou se a ori­en­ta­ção ser­ve ape­nas pa­ra áre­as mais afe­ta­das.

O Mi­nis­té­rio da Saú­de ado­tou um tom mais ame­no e, sem dis­cor­dar da re­co­men­da­ção da OMS, pon­tu­ou, por no­ta, que “a gra­vi­dez é uma de­ci­são pes­so­al, que de­ve ser ava­li­a­da pe­la pró­pria mu­lher”. A pas­ta re­co­men­dou que quem de­ci­da en­gra­vi­dar con­ver­se com seus mé­di­cos.

As novas ori­en­ta­ções são fru­to de es­tu­dos que in­di­cam que a ca­pa­ci­da­de de trans­mis­são por via se­xu­al do ví­rus é con­si­de­rá­vel, ao con­trá­rio do que se pen­sou no iní­cio do sur­to de mi­cro­ce­fa­lia no Bra­sil, no ano pas­sa­do. “Bus­ca­mos sa­ber on­de en­con­trar o ví­rus [no cor­po] e por quan­to tem­po ele se sus­ten­ta”, dis­se Ch­ris­ti­an Lind­mei­er, por­ta-voz da OMS, em uma con­fe­rên­cia on­tem, na Suí­ça.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.