As­sas­si­na­to de de­pu­ta­da pa­ra ações de re­fe­ren­do

Jo Cox de­fen­dia a per­ma­nên­cia da Grã-Bre­ta­nha na União Eu­ro­peia. Ela foi ata­ca­da a ti­ros e fa­ca­das por um ho­mem

Metro Brazil (ABC) - - Economia -

Um cri­me ain­da sem ex­pli­ca­ção cho­cou a In­gla­ter­ra e pa­ra­li­sou a cam­pa­nha pa­ra o re­fe­ren­do do dia 23 que de­ci­di­rá se a Grã-Bre­ta­nha vai con­ti­nu­a­rá na União Eu­ro­peia.

A de­pu­ta­da trabalhista Jo Cox, 41 anos, foi as­sas­si­na­da a fa­ca­das e ti­ros quan­do se pre­pa­ra­va pa­ra um en­con­tro po­lí­ti­co na ci­da­de de Birs­tall, on­de es­tá seu elei­to­ra­do. Ela de­fen­dia a per­ma­nên­cia da Grã-Bre­ta­nha no blo­co eu­ro­peu.

An­tes de se ele­ger, em maio de 2015, a par­la­men­tar tra­ba­lha­va em uma ONG de di­rei­tos hu­ma­nos. Ela era ca­sa­da e ti­nha dois fi­lhos.

A po­lí­cia dis­se que um ho­mem de 52 anos foi pre­so nas pro­xi­mi­da­des e ar­mas, in­cluin­do um re­vól­ver, fo­ram re­cu­pe­ra­das. O mo­ti­vo do ata­que ain­da não é co­nhe­ci­do.

Tes­te­mu­nhas dis­se­ram pa­ra re­des de te­le­vi­são lo­cais que o agres­sor gri­tou “Rei­no Uni­do an­tes”, em pos­sí­vel re­fe­rên­cia ao re­fe­ren­do pe­la saí­da da União Eu­ro­peia ou a um par­ti­do de ex­tre­ma-di­rei­ta bri­tâ­ni­co que uti­li­za a ex­pres­são.

Os re­la­tos, po­rém, não fo­ram con­fir­ma­dos pe­la po­lí­cia.

O pri­mei­ro-mi­nis­tro bri­tâ­ni­co, Da­vid Ca­me­ron, la­men­tou a mor­te de Jo. “Nós per­de­mos uma gran­de es­tre­la”, dis­se.

Cam­pa­nhas fa­vo­rá­veis e con­tra a saí­da bri­tâ­ni­ca fo­ram can­ce­la­das on­tem.

“Es­tá bas­tan­te cla­ro que nin­guém tem mui­ta cer­te­za do que acon­te­ceu”, dis­se John Cur­ti­ce, pro­fes­sor de po­lí­ti­ca da Uni­ver­si­da­de de Strath­cly­de. “Até que es­te­ja cla­ro quem foi res­pon­sá­vel e qual foi a mo­ti­va­ção, o cri­me tem re­fle­xo ape­nas na in­ter­rup­ção da cam­pa­nha.”

| PRESS ASSOCIATION/ VIA REUTERS

Jo era ca­sa­da e ti­nha dois fi­lhos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.