Pri­são atin­ge de­fe­sa de Dil­ma na co­mis­são do im­pe­a­ch­ment

Glei­si Hoff­man, mu­lher de Pau­lo Bernardo, com­põe a tro­pa de cho­que fa­vo­rá­vel a Dil­ma Rous­seff. Pla­nal­to e go­ver­nis­tas apoi­am ação

Metro Brazil (ABC) - - Brasil -

Mi­no­ria na Co­mis­são Es­pe­ci­al do Im­pe­a­ch­ment, a de­fe­sa da pre­si­den­te afas­ta­da, Dil­ma Rous­seff, re­ce­beu um gran­de gol­pe com a pri­são de Pau­lo Bernardo. A se­na­do­ra Glei­si Hoff­mann (PT-PR), ca­sa­da com o ex-mi­nis­tro, for­ma com Lindbergh Farias (PT-RJ) e Vanessa Gra­zi­o­tin (PC­doB) um com­ba­ti­vo nú­cleo res­pon­sá­vel por re­ba­ter a de­nún­cia con­tra Dil­ma.

Glei­si não com­pa­re­ceu on­tem à ses­são que ou­viu mais três tes­te­mu­nhas de de­fe­sa, mas pe­diu pro­vi­dên­ci­as ao Senado, que não foi in­for­ma­do de que ope­ra­ção ti­nha co­mo um dos al­vos a re­si­dên­cia fun­ci­o­nal de uma se­na­do­ra. Uma re­cla­ma­ra­ção foi en­ca­mi­nha­da ao STF (Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral), que po­de­rá in­va­li­dar as pro­vas re­co­lhi­das no apar­ta­men­to.

Lindbergh Farias des­car­tou o afas­ta­men­to da se­na­do­ra da co­mis­são, mas dis­se acre­di­tar que a in­ten­ção é atin­gi-la. “Es­tou des­con­fi­a­dís­si­mo das mo­ti­va­ções po­lí­ti­cas

“Ho­je foi um dia tris­te co­mo mu­lher, po­lí­ti­ca e mãe. (...) Não fi­ze­mos for­tu­na, não te­mos con­ta no ex­te­ri­or. Não me ca­be ou­tra ex­pli­ca­ção que não o des­vio de fo­co da opi­nião pú­bli­ca des­te go­ver­no en­vol­vi­do em des­vi­os.”

des­se ca­so”, dis­se.

No Pa­lá­cio do Pla­nal­to, o go­ver­no in­te­ri­no evi­tou co­men­tar a ope­ra­ção, mas nos bastidores ava­li­ou que o en­fra­que­ci­men­to de Dil­ma é ine­vi­tá­vel, com re­fle­xos nos vo­tos de se­na­do­res in­de­ci­sos so­bre o im­pe­a­ch­ment, so­bre­tu­do, com a in­clu­são no rol dos in­ves­ti­ga­dos de Car­los Gab­bas, ex-mi­nis­tro da Pre­vi­dên­cia e ami­go pes­so­al da pe­tis­ta. METRO BRA­SÍ­LIA

“A ban­ca­da re­pu­dia, com ve­e­mên­cia, o cla­ro abu­so de po­der co­me­ti­do.” NO­TA DO PT NO SENADO “Qu­em sa­be ago­ra a se­na­do­ra dei­xa de ter o na­riz tão em­pi­na­do.” CAR­LOS SAM­PAIO, DEPUTADO PSDB-SP “Há um cla­ro in­tui­to de cons­tran­ger, por­que es­se es­pe­tá­cu­lo é um pro­ces­so de cri­mi­na­li­za­ção da po­lí­ti­ca.” GLEI­SI HOFF­MANN, SE­NA­DO­RA (PT-PR), EX-MINISTRA DA CA­SA CI­VIL LINDBERGH FARIAS, SE­NA­DOR PT-RJ “Há uma fa­mí­lia por trás dis­so. Não há mo­ti­vo pa­ra tri­pu­di­ar, sol­tar fo­gos pe­la pri­são. Há um li­mi­te pa­ra o em­ba­te po­lí­ti­co.” CÁSSIO CUNHA LIMA, SE­NA­DOR PSDB-PB

| MAR­COS OLI­VEI­RA/AGÊN­CIA SENADO

Lindbergh, Glei­si e Vanessa

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.