De­bo­rah Col­ker vol­ta às ori­gens

Co­reó­gra­fa res­pon­sá­vel pe­la aber­tu­ra da Olim­pía­da no Rio re­a­pre­sen­ta obras de vi­gor atlé­ti­co que a pro­je­ta­ram no ex­te­ri­or

Metro Brazil (ABC) - - Cultura - AMANDA QUEIRÓS METRO SÃO PAU­LO

De­bo­rah Col­ker é des­sas que se em­pol­ga mui­to ao fa­lar do pró­prio tra­ba­lho – e ha­ja tra­ba­lho! Só nes­te ano, a co­reó­gra­fa re­for­ma­tou o es­pe­tá­cu­lo “OVO”, con­ce­bi­do em 2009 pa­ra o Cir­que de So­leil, e atu­al­men­te di­vi­de o tem­po en­tre a Olim­pía­da do Rio, na qual atua co­mo di­re­to­ra de mo­vi­men­to da ce­rimô­nia de aber­tu­ra, e a cri­a­ção de uma no­va obra pa­ra sua com­pa­nhia ins­pi­ra­da em João Ca­bral de Me­lo Ne­to.

No meio dis­so tu­do, a ca­ri­o­ca en­con­trou tem­po pa­ra vol­tar às ori­gens com “VeRo”, es­pe­tá­cu­lo que abre a Tem­po­ra­da de Dan­ça do Te­a­tro Al­fa nes­te fim de se­ma­na. “Es­tá tu­do mui­to ma­ra­vi­lho­so. São mui­tas coi­sas acon­te­cen­do ao mes­mo tem­po”, afir­ma ela.

“VeRo” reú­ne dois dos mai­o­res su­ces­sos do iní­cio da car­rei­ra de Col­ker, que aju­da­ram a de­fi­nir a as­si­na­tu­ra de mo­vi­men­tos atlé­ti­cos pe­la qual ela fi­cou co­nhe­ci­da.

O tí­tu­lo é uma jun­ção dos no­mes das obras em ques­tão. “Ve­lox” co­lo­ca bai­la­ri­nos pa­ra dan­ça­rem no pla­no ver­ti­cal, em um pa­re­dão de es­ca­la­da de 7 m de al­tu­ra. Já “Ro­ta” ins­ta­la no pal­co uma es­pé­cie de ro­da gi­gan­te que ins­pi­ra ges­tos acro­bá­ti­cos e vi­go­ro­sos.

“‘VeRo’ traz idei­as que con­ti­nu­am co­mi­go até ho­je, co­mo a re­la­ção com o es­pa­ço e o ques­ti­o­na­men­to da gra­vi­da­de. Somos co­nhe­ci­dos em to­do o mun­do por cau­sa des­ses dois es­pe­tá­cu­los, e nós os apre­sen­ta­mos de no­vo no mo­men­to em que o Bra­sil es­tá se tor­nan­do in­ter­na­ci­o­nal. Is­so me faz me per­gun­tar se eles re­a­fir­mam qu­em eu sou”.

Qu­es­ti­o­na­da so­bre o que pla­ne­ja pa­ra a aber­tu­ra dos Jo­gos Olím­pi­cos, em 5 de agos­to, no Es­tá­dio do Ma­ra­ca­nã, a co­reó­gra­fa afir­ma não po­der di­zer mui­to, mas dá pis­tas.

“Es­tou mis­tu­ran­do pro­fis­si­o­nais in­crí­veis que vêm do par­kour, da dan­ça de rua e do hip hop com mo­vi­men­tos do funk, da dan­ça de sa­lão, do sam­ba. Va­mos con­tar um pou­co des­se Bra­sil, das nos­sas ru­as, de co­mo somos e o que qu­e­re­mos di­zer pa­ra o mun­do”, diz Col­ker, que vai co­or­de­nar 3 mil vo­lun­tá­ri­os du­ran­te a ce­rimô­nia.

| FLAVIO COL­KER/DIVULGAÇÃO

‘VeRo’ reú­ne ‘Ve­lox’ (1995, na fo­to) e ‘Ro­ta’ (1997)

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.