Ação en­vol­ven­do guar­das de SCS aca­ba em mor­te de jo­vem

Uni­ver­si­tá­rio foi mor­to com ti­ro na ca­be­ça após ser per­se­gui­do por po­li­ci­ais mi­li­ta­res e GCMs na di­vi­sa en­tre o ABC e a ca­pi­tal

Metro Brazil (ABC) - - Foco - CADU PROIETI

A GCM (Guar­da Ci­vil Mu­ni­ci­pal) de São Ca­e­ta­no par­ti­ci­pou de per­se­gui­ção com a Po­lí­cia Mi­li­tar que re­sul­tou na mor­te do uni­ver­si­tá­rio Jú­lio Ce­sar Al­ves Es­pi­no­za, de 24 anos, atin­gi­do na ca­be­ça por um ti­ro. O ca­so acon­te­ceu na ma­dru­ga­da de se­gun­da-fei­ra, na zo­na les­te de São Pau­lo, pró­xi­mo à di­vi­sa com o ABC.

Se­gun­do in­for­ma­ções do bo­le­tim de ocor­rên­cia, po­li­ci­ais mi­li­ta­res fa­zi­am pa­tru­lha pe­lo Ipi­ran­ga, na ca­pi­tal, por vol­ta das 3h, quan­do avis­ta­ram o Gol di­ri­gi­do pe­lo es­tu­dan­te pas­san­do vá­ri­as ve­zes pe­lo local. Se­gun­do os po­li­ci­ais, o veí­cu­lo apre­sen­ta­va ati­tu­de sus­pei­ta, mas, ao ve­ri­fi­ca­rem a pla­ca, vi­ram que não ti­nha ir­re­gu­la­ri­da­de. Mes­mo as­sim, di­zem ter da­do or­dem pa­ra o jo­vem pa­rar. No en­tan­to, se­gun­do os po­li­ci­ais, o car­ro se dis­tan­ci­ou.

Di­an­te dis­so, a per­se­gui­ção foi ini­ci­a­da, com o veí­cu­lo par­tin­do pa­ra a ave­ni­da Pre­si­den­te Wilson, ain­da na ca­pi­tal, e se­guin­do pa­ra a Gui­do Ali­ber­ti, já em São Ca­e­ta­no. Foi en­tão que a vi­a­tu­ra da GCM en­trou na ação em apoio à PM. Se­gun­do os po­li­ci­ais, o car­ro da guar­da ten­tou “em­pa­re­lhar pe­lo la­do es­quer­do” com o car­ro do jo­vem, mas o veí­cu­lo se­guiu sem pa­rar e um dis­pa­ro te­ria si­do ou­vi­do pe­los po­li­ci­ais.

Du­ran­te a per­se­gui­ção, o es­tu­dan­te co­li­diu com um mu­ro na ave­ni­da dos Es­ta­dos e pa­rou. Os po­li­ci­ais di­zem ter ou­vi­do dis­pa­ros e, di­an­te dis­so, co­me­ça­ram a ati­rar, se­gun­do o bo­le­tim.

De acor­do com a po­lí­cia, o es­tu­dan­te co­me­çou a dar ré na ten­ta­ti­va de fu­ga. Um dos guar­das de São Ca­e­ta­no dis­se à po­lí­cia que, nes­se mo­men­to, jun­to com ou­tro GCM, dis­pa­rou três ve­zes con­tra o pneu do veí­cu­lo, mas, mes­mo as­sim, o car­ro con­se­guiu fu­rar o blo­queio po­li­ci­al.

A per­se­gui­ção con­ti­nu­ou pe­la contramão da ave­ni­da dos Es­ta­dos e só ter­mi­nou quan­do o car­ro do es­tu­dan­te co­li­diu com a can­ce­la de uma em­pre­sa na rua Gu­a­mi­ran­ga, na Vi­la In­de­pen­dên­cia, na ca­pi­tal.

Os po­li­ci­ais di­zem que vi­a­tu­ras da PM e da GCM

che­ga­ram no local e “avis­ta­ram cla­rão e es­tam­pi­do de ar­ma de fo­go vin­dos do Gol”. Os PMs afir­mam ter re­vi­da­do e, ao ces­sar dos ti­ros, en­con­tra­ram Es­pi­no­za no car­ro. Ele foi atin­gi­do na ca­be­ça e en­ca­mi­nha­do pa­ra o Hos­pi­tal da Vi­la Al­pi­na, on­de mor­reu na ma­nhã de on­tem. Os po­li­ci­ais di­zem que no car­ro fo­ram en­con­tra­dos uma ar­ma de ca­li­bre 38 e pe­que­nos pa­co­tes com “subs­tân­cia bran­ca”. Se­gun­do a po­lí­cia, não ha­via cáp­su­la den­tro do veí­cu­lo.

Ou­tro la­do

O pai do jo­vem, Ju­lio Ugarte Es­pi­no­za, dis­se on­tem à TV Glo­bo que o fi­lho não ti­nha en­vol­vi­men­to com dro­gas nem ar­mas. Ele tam­bém afir­mou que o car­ro ti­nha mul­tas ven­ci­das e o fi­lho te­mia per­der o car­ro. “Ti­nha cin­co ou seis mul­tas. Ele es­ta­va re­vol­ta­do. ‘Se a po­lí­cia me pa­rar por cau­sa dis­so, eu não vou pa­rar’, ele fa­lou”, dis­se o pai do uni­ver­si­tá­rio.

O ou­vi­dor das po­lí­ci­as de São Pau­lo, Ju­lio Ce­sar Fer­nan­des Ne­ves, dis­se on­tem que há in­dí­ci­os de exe­cu­ção por par­te da po­lí­cia de­vi­do à gran­de quan­ti­da­de de dis­pa­ros. O car­ro foi atin­gi­do por pe­lo me­nos 16 ti­ros.

| JORGE ARAÚJO/FOLHAPRESS

Car­ro foi atin­gi­do por pe­lo me­nos 16 dis­pa­ros

| ARQUIVO PES­SO­AL/FACEBOOK

Es­tu­dan­te ti­nha 24 anos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.