Cen­tro de pes­qui­sa ren­deu pro­pi­na de R$ 39 mi­lhões

31ª fa­se da ope­ra­ção apon­ta que con­sór­cio de cin­co em­pre­sas pa­gou di­ri­gen­tes da Pe­tro­bras e do PT pa­ra as­su­mir obra do Cen­pes, no Rio. Ex-te­sou­rei­ro do par­ti­do, Paulo Fer­rei­ra, pre­so em ju­nho na ope­ra­ção ‘Cus­to Bra­sil’, te­ria pas­sa­do di­nhei­ro até a es­co­la

Metro Brazil (ABC) - - Front Page - RAFAEL NE­VES

A PF (Po­lí­cia Fe­de­ral) pren­deu on­tem dois sus­pei­tos de frau­de na cons­tru­ção do Cen­pes, uni­da­de de pes­qui­sas da Pe­tro­bras no Rio de Ja­nei­ro, que te­ria ren­di­do pro­pi­na de cer­ca de R$ 39 mi­lhões.

Um dos mandados de pri­são da 31ª fa­se da La­va Ja­to – que ain­da bus­ca dois fo­ra­gi­dos, um dos qu­ais de­ve se en­tre­gar hoje – foi con­tra o ex-te­sou­rei­ro do PT Paulo Fer­rei­ra. Sus­pei­to de atu­ar no es­que­ma, ele já foi de­ti­do em 23 de ju­nho na ope­ra­ção Cus­to Bra­sil, que in­ves­ti­ga o Mi­nis­té­rio do Pla­ne­ja­men­to.

A La­va Ja­to apon­ta que 11 em­prei­tei­ras, di­vi­di­das em con­sór­ci­os, re­par­ti­ram três obras da Pe­tro­bras por vol­ta de 2007: o cen­tro ad­mi­nis­tra­ti­vo da es­ta­tal em Vi­tó­ria-ES, o CIPD (Cen­tro In­te­gra­do de Pro­ces­sa­men­to de Da­dos) e o Cen­pes, no Rio.

Al­vo da 31ª fa­se, a obra do Cen­pes foi as­su­mi­da ao cus­to de R$ 850 mi­lhões por um con­sór­cio com OAS, Cons­tru­cap, Cons­tru­ba­se, Schahin e Ca­ri­o­ca En­ge­nha­ria. O lo­cal foi inau­gu­ra­do em 2010.

Os do­nos da Ca­ri­o­ca, Ri­car­do Per­nam­bu­co e Ri­car­do Per­nam­bu­co Jú­ni­or, con­fes­sa­ram em de­la­ção que to­das as em­pre­sas pa­ga­ram pro­pi­na.

Segundo ou­tro de­la­tor, o ex-ge­ren­te da Pe­tro­bras Pedro Ba­rus­co, o va­lor se­ria de 2% do con­tra­to, sen­do 1% à ‘Ca­sa’ (ele e o ex-di­re­tor Renato Du­que) e 1% ao PT. Os exe­cu­ti­vos das em­prei­tei­ras apon­ta­dos por Ba­rus­co fo­ram al­vos dos mandados de pri­são tem­po­rá­ria (com pra­zo de cin­co di­as) on­tem.

Dos R$ 39 mi­lhões dis­tri­buí­dos em pro­pi­na, R$ 18 mi­lhões fo­ram a di­ri­gen­tes da em­pre­sa WTor­re. A em­prei­tei­ra foi a ven­ce­do­ra ori­gi­nal da li­ci­ta­ção do Cen­pes, em 2007, e te­ria de­sis­ti­do da obra a pe­di­do das em­pre­sas do car­tel. O do­no do gru­po, Wal­ter Tor­re, foi al­vo de man­da­do de con­du­ção co­er­ci­ti­va, mas a em­pre­sa in­for­mou que ele es­tá de fé­ri­as, fo­ra do Bra­sil.

Os ou­tros R$ 21 mi­lhões se di­vi­di­ram en­tre os ex-di­re­to­res da Pe­tro­bras e o PT. A mai­or par­te te­ria si­do re­pas­sa­da pe­lo do­lei­ro Adir As­sad, já con­de­na­do em ou­tra ação.

A OAS e a Cons­tru­cap não se pro­nun­ci­a­ram. A Schahin e a Cons­tru­ba­se in­for­ma­ram que co­la­bo­ram com a Jus­ti­ça.

| DIVULGAÇÃO / OAS

Obra do Cen­pes, na Ilha do Fun­dão (RJ), cus­tou R$ 850 mi­lhões

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.