‘Cães são per­so­na­gens en­gra­ça­dos’

Metro Brazil (ABC) - - Animais -

De on­de sur­giu es­sa ideia tão cri­a­ti­va?

Qu­an­do ten­to fa­zer um ca­chor­ro olhar pa­ra a câ­me­ra, fa­ço ba­ru­lhos – al­guns bem es­tra­nhos. E is­so aca­ba sen­do en­gra­ça­do, es­pe­ci­al­men­te com os cães mais es­per­tos que en­ten­dem o tru­que e não re­a­gem ou, às ve­zes, pa­re­cem sen­tir até um pou­co de pe­na. E aí per­ce­bi que al­gu­mas ima­gens re­al­men­te mos­tram o mo­men­to em que o ani­mal es­tá com uma ex­pres­são cho­ca­da ou per­ple­xa.

E quan­to ao no­me do pro­je­to?

Es­co­lhi es­se no­me por­que, na mai­o­ria das ve­zes, me sen­ti meio lou­ca ao ten­tar chamar a aten­ção dos cães pa­ra a câ­me­ra.

Co­mo vo­cê con­se­gue in­ter­pre­tar as ex­pres­sões de­les?

Acho que is­so é, na ver­da­de, bem sub­je­ti­vo. Al­gu­mas das mi­nhas fo­tos mos­tram os cães com ex­pres­sões co­mo as de hu­ma­nos. Mas po­de ser que eles es­ti­ves­sem só mas­ti­gan­do al­go gos­to­so e, por um mo­men­to, pa­re­ceu com um sor­ri­so. Ape­sar de os ca­chor­ros con­se­gui­rem sor­rir de mo­do si­mi­lar a nós e te­rem vá­ri­as emo­ções, há mui­tas di­fe­ren­ças en­tre as nos­sas ex­pres­sões e as de­les.

Qual a par­te mais di­ver­ti­da de tra­ba­lhar com os bi­chi­nhos?

Ca­chor­ros são per­so­na­gens en­gra­ça­dos. Eles ve­em gra­ça até mes­mo nas coi­sas mais ba­nais. Os meus, são mi­nha ale­gria, mi­nha te­ra­pia e uma fon­te cons­tan­te de ri­sa­das.

EL­KE VO­GEL­SANG Fo­tó­gra­fa ale­mã @el­ke­vo­gel­sang

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.