SALVE, RAI­NHA

ALICE BRAGA ES­TRE­LA ‘A RAI­NHA DO SUL’, BASEADO EM LI­VRO DO ES­PA­NHOL ARTURO PÉREZ-REVERTE. SÉRIE ES­TREIA NO BRASIL AMA­NHÃ

Metro Brazil (ABC) - - Front Page -

Os bra­si­lei­ros es­tão do­mi­nan­do o trá­fi­co in­ter­na­ci­o­nal de dro­gas – pe­lo me­nos no cam­po da fic­ção.

De­pois de Wag­ner Mou­ra ser in­di­ca­do ao Glo­bo de Ou­ro de me­lhor ator por sua atu­a­ção co­mo Pa­blo Es­co­bar na série “Nar­cos”, é a vez de sua co­le­ga Alice Braga as­su­mir a di­an­tei­ra dos ne­gó­ci­os em “A Rai­nha do Sul”, que es­treia ama­nhã, às 22h30, no ca­nal pa­go Spa­ce.

Ba­se­a­da no li­vro homô­ni­mo do es­pa­nhol Arturo Pérez-Reverte, que es­tá sen­do re­lan­ça­do ago­ra no Brasil pe­la edi­to­ra Re­cord, a pro­du­ção ame­ri­ca­na co­lo­ca a atriz na pe­le de Te­re­sa Men­do­za, uma mu­lher que tem a vi­da trans­for­ma­da quan­do seu na­mo­ra­do é mor­to de­vi­do ao en­vol­vi­men­to com o trá­fi­co. A par­tir daí, a jovem tro­ca o Mé­xi­co pe­los Es­ta­dos Uni­dos e par­te em uma jor­na­da de so­bre­vi­vên­cia que vai aca­bar trans­for­man­do-a em che­fe do cri­me or­ga­ni­za­do.

“É in­te­res­san­te, co­mo atriz, vi­ver uma per­so­na­gem nor­mal­men­te in­ter­pre­ta­da por ho­mens”, afir­ma a bra­si­lei­ra de 33 anos.

“Uma das coi­sas que o Arturo [au­tor] es­cre­ve é que a Te­re­sa ou­ve mui­to mais do que fa­la, e acho que es­sa sen­si­bi­li­da­de do olhar fe­mi­ni­no, que é mui­to es­pe­cí­fi­co, é o que a faz for­te sem que ela pre­ci­se ser frá­gil”, com­ple­ta a atriz, res­sal­tan­do o fa­to de o piloto da série ter si­do di­ri­gi­do tam­bém por uma mu­lher, a di­na­mar­que­sa Char­lot­te Si­e­ling.

Alice di­vi­de a ce­na com ou­tra co­le­ga de pe­so: a me­xi­ca­na Ve­ro­ni­ca Fal­cón, que in­ter­pre­ta a ma­ni­pu­la­do­ra Ca­mi­la Var­gas, com quem Te­re­sa irá ne­go­ci­ar.

A atriz não te­me pas­sar uma ima­gem ne­ga­ti­va dos la­ti­nos pe­lo fa­to de vi­ver uma tra­fi­can­te. “In­de­pen­den­te de ser do mun­do das dro­gas, é mui­to bom pa­ra a co­mu­ni­da­de la­ti­na se ver na te­la, com pes­so­as com o mes­mo so­ta­que que vo­cê, que se mu­dou pa­ra aque­le país em bus­ca de uma vi­da me­lhor”, diz ela.

A pri­mei­ra tem­po­ra­da tem 13 epi­só­di­os, gra­va­dos ao lon­go de 6 me­ses na ci­da­de de Dal­las, no Te­xas.

A ex­pe­ri­ên­cia em TV foi no­va pa­ra Alice, que nun­ca fez no­ve­las. “O per­so­na­gem é vi­vo, di­fe­ren­te do que acon­te­ce em um fil­me. Fo­ram seis me­ses cri­an­do e vi­ven­do com o co­ra­ção de­la”, diz a atriz, que não can­sa de res­sal­tar a for­ça de Te­re­sa.

“Ela é po­de­ro­sa por­que é uma so­bre­vi­ven­te e é so­bre­vi­ven­te por­que é uma mu­lher que não se vi­ti­mi­zou”, con­clui Alice, que tor­ce por uma se­gun­da tem­po­ra­da.

| DI­VUL­GA­ÇÃO

Bra­si­lei­ra de 33 anos in­ter­pre­ta Te­re­sa Men­do­za, que se vê obri­ga­da a en­trar no co­mér­cio ile­gal de dro­gas pa­ra ga­ran­tir sua so­bre­vi­vên­cia

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.