CLÁU­DIO HUMBERTO

Metro Brazil (ABC) - - Brasil - CLAU­DIO.HUMBERTO @ME­TRO­JOR­NAL.COM.BR

ALI­A­DO DE DIL­MA, PC DO B AIN­DA ‘APARELHA’ A ANCINE. O aler­ta sur­giu nos fes­ti­vais de ci­ne­ma eu­ro­peus após o im­pe­a­ch­ment: ar­tis­tas bra­si­lei­ros fo­ram pres­si­o­na­dos pe­la Agência Na­ci­o­nal de Ci­ne­ma (Ancine) a “de­nun­ci­ar o gol­pe”. Al­guns aten­de­ram, co­mo a tur­ma do filme “Aqua­rius”, ge­ne­ro­sa­men­te apoi­a­do pe­la Ancine e a Lei Rou­net, mas ou­tros re­cu­sa­ram o script. A ex­pli­ca­ção foi en­vi­a­da pe­la opo­si­ção ao pre­si­den­te Mi­chel Te­mer, na for­ma de dos­siê: a Ancine é to­tal­men­te con­tro­la­da pe­lo PC­doB, par­ti­do ali­a­do de Dil­ma Rous­seff.

CO­MO CARRAPATO. Ma­no­el Ran­gel Neto, do co­mi­tê cen­tral do PC­doB, es­tá no ter­cei­ro man­da­to de du­vi­do­sa le­ga­li­da­de. Ele pre­si­de a Ancine des­de 2005(!).

CE­NOU­RA NA MÃO. A Ancine ge­re R$ 1 bi­lhão e mais R$ 200 mi­lhões da Lei do Audiovisual, a Lei Rou­a­net do ci­ne­ma, por is­so o se­tor “co­me na mão” des­sa tur­ma. BOQUINHAS GARANTIDAS. Agar­ram-se à Ancine mi­li­tan­tes do PC­doB que ocu­pam car­go de che­fia, co­mo In­di­ra Ama­ral (ex-pri­mei­ra-da­ma

de Ara­ca­ju). Vi­ram as­ses­so­res. ARRUMADINHO CA­MA­RA­DA. A di­re­to­ra Rosana Alcântara, ex-ad­vo­ga­da e fi­li­a­da ao PC­doB, es­tá na Ancine des­de 2005. A agência não co­men­tou as de­nún­ci­as do dos­siê. DEM E PT SE UNEM CON­TRA CAN­DI­DA­TO DE

CU­NHA. A re­nún­cia de Edu­ar­do Cu­nha à pre­si­dên­cia da Câ­ma­ra vi­a­bi­li­zou um casamento de ja­ca­ré com co­bra d’água. Pa­ra en­fren­tar a can­di­da­tu­ra de Ro­gé­rio Ros­so (PSD-DF), apoi­a­do por Cu­nha, DEM e PT acer­tam um acor­do em tor­no do de­pu­ta­do Ro­dri­go Maia (DEM-RJ). Os pe­tis­tas que­rem es­pa­ço na Me­sa Di­re­to­ra e co­man­do das prin­ci­pais co­mis­sões da Câ­ma­ra, das qu­ais fo­ram ali­ja­dos na pre­si­dên­cia de Edu­ar­do Cu­nha.

AMI­GO DO PEI­TO. Cu­nha tem in­te­res­se na elei­ção do su­ces­sor por­que se­rá ele quem pre­si­di­rá a vo­ta­ção do seu pro­ces­so de cas­sa­ção, no ple­ná­rio.

“A RE­NÚN­CIA NÃO ATENUA EM NA­DA A SI­TU­A­ÇÃO DE EDU­AR­DO CU­NHA” BETINHO GO­MES (PE), LÍ­DER DO PSDB, PA­RA QUEM A CAS­SA­ÇÃO DO EXPRESIDENTE É INE­VI­TÁ­VEL

| ELZA FIÚZA/AGÊNCIA BRASIL

Ma­no­el Ran­gel Neto

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.