Mul­tas em vi­as com re­du­ção são adi­a­das

Iní­cio das au­tu­a­ções em du­as vi­as im­por­tan­tes de São Ber­nar­do que ti­ve­ram ve­lo­ci­da­de re­du­zi­da em maio era pa­ra acon­te­cer nes­te mês, mas a pre­fei­tu­ra ago­ra con­di­ci­o­na a apli­ca­ção de pe­na­li­da­des ao fim de obras

Metro Brazil (ABC) - - Foco - CADU PROIETI

Pre­vis­ta pa­ra co­me­çar a va­ler a par­tir des­te mês, a apli­ca­ção de mul­tas por des­cum­pri­men­to da no­va ve­lo­ci­da­de má­xi­ma per­mi­ti­da nas ave­ni­das Pery Ron­chet­ti e Luiz Pe­qui­ni, em São Ber­nar­do, on­de a ve­lo­ci­da­de foi de 60 km/h pa­ra 40 km/h no iní­cio do mês pas­sa­do, foi adi­a­da pe­la pre­fei­tu­ra.

A ad­mi­nis­tra­ção mu­ni­ci­pal in­for­mou que as du­as vi­as ti­ve­ram re­du­ção de ve­lo­ci­da­de pa­ra o li­mi­te de 40 km/h em ra­zão das obras de im­plan­ta­ção de cor­re­dor de trans­por­te co­le­ti­vo que es­tão sen­do fei­tas ne­las e, en­quan­to per­du­ra­rem as obras ci­vis, os ra­da­res per­ma­ne­ce­rão des­li­ga­dos.

A pre­fei­tu­ra diz que uma vez con­cluí­das as obras, es­tu­dos de trá­fe­go so­bre a no­va di­nâ­mi­ca da via in­di­ca­rão as ve­lo­ci­da­des ade­qua­das. So­men­te após to­do es­se pro­ces­so os ra­da­res de­ve­rão ser re­li­ga­dos. A ex­pec­ta­ti­va do Exe­cu­ti­vo é que o cor­re­dor de ôni­bus se­ja fi­na­li­za­do até o fim do pri­mei­ro se­mes­tre do ano que vem.

De acor­do com a ad­mi­nis­tra­ção mu­ni­ci­pal, a po­pu­la­ção da ci­da­de se­rá co­mu­ni­ca­da quan­do as mul­tas vol­ta­rem a ser apli­ca­das nes­sas du­as vi­as. Sem re­du­ção na Li­ons Quan­do anun­ci­ou a re­du­ção de ve­lo­ci­da­de na ave­ni­das Luiz Pe­qui­ni e Pery ron­chet­ti, a pre­fei­tu­ra tam­bém pro­me­teu bai­xar de 60 km/h pa­ra 50 km/h na No­va Li­ons. No en­tan­to, a ad­mi­nis­tra­ção vol­tou atrás e de­ci­diu não re­du­zir os li­mi­tes de ve­lo­ci­da­de nes­sa via.

O DET (De­par­ta­men­to de En­ge­na­ria de Trá­fe­go) do mu­ni­cí­pio in­for­mou que a mu­dan­ça era pre­vis­ta ape­nas pa­ra o tre­cho das in­ter­sec­ções com os aces­sos à ro­do­via An­chi­e­ta, mas a re­du­ção foi sus­pen­sa de­vi­do a re­a­li­za­ção de no­vos es­tu­dos “le­van­do em con­ta o re­cen­te re­ca­pe­a­men­to e re­vi­ta­li­za­ção de si­na­li­za­ções de so­lo e verticais”.

Se­gun­do a pre­fei­tu­ra, a pro­pos­ta de mu­dan­ça do li­mi­te de ve­lo­ci­da­de na No­va Li­ons ti­nha si­do fei­ta pe­lo DET an­tes des­sas in­ter­ven­ções. Em ou­tras vi­as Nes­te ano, a ve­lo­ci­da­de re­du­zi­da de 70 km/h pa­ra 60 km/h foi ado­ta­da na ave­ni­da 31 de Mar­ço. Ou­tras que ope­ram com ve­lo­ci­da­de re­du­zi­da na ci­da­de são as ave­ni­das Se­na­dor Ver­guei­ro, Fa­ria Li­ma, João Fir­mi­no e Lau­ro Go­mes, to­das com li­mi­te per­mi­ti­do em 50 km/h, com tre­chos de 40 Km/h pró­xi­mos a es­co­las e hos­pi­tais.

A pre­fei­tu­ra ale­ga que não exis­te pro­gra­ma de re­du­ção de ve­lo­ci­da­des em an­da­men­to na ci­da­de. Se­gun­do a ad­mi­nis­tra­ção mu­ni­ci­pal, “as re­vi­sões de ve­lo­ci­da­de são re­cur­sos téc­ni­cos de en­ge­nha­ria de trá­fe­go, pre­vis­tos no Có­di­go de Trân­si­to Bra­si­lei­ro, aos quais se re­cor­re sem­pre que os flu­xos, na­tu­re­za de ocu­pa­ção ou es­ta­tís­ti­cas de aci­den­ta­li­da­de so­frem al­te­ra­ções sen­sí­veis e ne­ces­si­tam de no­vas me­di­das pa­ra se as­se­gu­rar a se­gu­ran­ça das pes­so­as e a flui­dez do trá­fe­go”.

Com is­so, a pre­fei­tu­ra não des­car­ta no­vas mu­dan­ças. “Po­de­rão sim ocor­rer no­vas re­vi­sões de ve­lo­ci­da­de ca­so os pro­je­tos de en­ge­nha­ria de trá­fe­go as­sim o re­co­men­dem, e tais me­di­das se­rão pre­ce­di­das de co­mu­ni­ca­ção aos usuá­ri­as das vi­as afe­ta­das, te­nham elas ra­da­res ou não”, diz a no­ta da ad­mi­nis­tra­ção mu­ni­ci­pal.

| DI­VUL­GA­ÇÃO/PSBC

Li­mi­te na ave­ni­da Pery Ron­chet­ti bai­xou no iní­cio de ju­nho

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.