No Rio. Ex­plo­são foi in­ten­ci­o­nal, diz po­lí­cia

Metro Brazil (ABC) - - Brasil -

In­ves­ti­ga­ções da Po­lí­cia Ci­vil in­di­cam uma re­vi­ra­vol­ta no ca­so da ex­plo­são que ma­tou o ale­mão Mar­kus Mul­ler em um pré­dio em São Con­ra­do, na zo­na sul, no ano pas­sa­do, já que elas in­di­cam que não foi um aci­den­te. A ex­plo­são te­ria si­do cau­sa­da pe­lo pró­prio es­tran­gei­ro.

Se­gun­do o lau­do da pe­rí­cia, o ale­mão te­ria ins­ta­la­do o ra­bi­cho de gás de for­ma er­ra­da, o que te­ria cau­sa­do o va­za­men­to e con­se­quen­te­men­te a ex­plo­são, pro­po­si­tal­men­te.

Ain­da se­gun­do as in­ves­ti­ga­ções, Mar­kus pos­sui pas­sa­gens pe­la po­lí­cia na Ale­ma­nha por frau­des e pe­do­fi­lia. Mas não há con­fir­ma­ção se ele che­gou a ser con­de­na­do.

Além dis­so, o ale­mão usa­va ser­vi­ços do­més­ti­cos de me­no­res da Ro­ci­nha, no mes­mo bair­ro, e se pas­sa­va por em­pre­sá­rio de fu­te­bol pa­ra con­ven­cer os pais dos jo­vens a dei­xá-los ir em seu apar­ta­men­to. O inqué­ri­to tam­bém apon­tou que Mar­kus ti­nha mui­tas dí­vi­das, in­clu­si­ve no apar­ta­men­to, que es­ta­va com o alu­guel atra­sa­do. ME­TRO RIO

| RI­CAR­DO BOR­GES/FO­LHA­PRESS

Ex­plo­são da­ni­fi­cou edi­fí­cio Ca­no­as em maio de 2015

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.