Mu­lher acu­sa ne­gro in­jus­ta­men­te de fur­to no trem e ví­deo vi­ra­li­za

Metro Brazil (ABC) - - Foco -

Ví­deo de um su­pos­to ato ra­cis­ta den­tro de um trem da li­nha 10-Tur­que­sa da CPTM (Com­pa­nhia Pau­lis­ta de Trens Me­tro­po­lis­ta­nos), que abas­te­ce o ABC, vi­ra­li­zou nes­ta se­ma­na nas re­des so­ci­ais. No Fa­ce­bo­ok, a gra­va­ção ti­nha 3,6 mi­lhões de vi­su­a­li­za­ções e 58,7 mil com­par­ti­lha­men­tos até o fim da tar­de de on­tem.

Gra­va­do na úl­ti­ma ter­ça-fei­ra por um es­tu­dan­te de 17 anos, o ví­deo mos­tra uma mu­lher acu­san­do um ne­gro, que se­gun­do tes­te­mu­nhas é hai­ti­a­no, de ter fur­ta­do o ce­lu­lar de­la. Com di­fi­cul­da­des pa­ra di­a­lo­gar em por­tu­guês, o ra­paz fi­ca trans­tor­na­do e mos­tra in­dig­na­ção com a acu­sa­ção. “Es­tá ma­lu­ca?”, ele per­gun­ta. A mu­lher che­ga a pe­gar o apa­re­lho ce­lu­lar de­le ale­gan­do que aque­le é o de­la. “Abre, meu chip es­tá aqui”, ele res­pon­de.

No meio da dis­cus­são en­tre os dois, a mu­lher co­me­ça a me­xer na pró­pria bol­sa e en­con­tra o ce­lu­lar que ela acu­sa­va o ho­mem de ter fur­ta­do. Nes­se mo­men­to, ela pe­de des­cul­pa, mas o ho­mem ne­ga. “Des­cul­pa na­da, não te co­nhe­ço”, diz o hai­ti­a­no.

Di­an­te da fal­sa acu­sa­ção, os pas­sa­gei­ros co­me­çam a di­zer que a mu­lher pra­ti­cou ra­cis­mo. “Se eu fos­se ra­cis­ta meu ma­ri­do não era ne­gro”, ela res­pon­de.

“Ti­nha mui­ta gen­te no trem e ela foi acu­sar lo­go ele. Pa­ra mim, ela foi ra­cis­ta”, dis­se ao Me­tro Jor­nal o es­tu­dan­te que fez o ví­deo.

ME­TRO ABC

| REPRODUÇÃO/FA­CE­BO­OK

Pas­sa­gei­ros a cha­ma­ram de ra­cis­ta

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.