Santana diz que re­ce­beu dí­vi­da do PT via cai­xa

Mar­que­tei­ro e a mu­lher afir­mam que US$ 4,5 mi­lhões pa­gos por lo­bis­ta eram dé­bi­to de cam­pa­nha de Dil­ma em 2010

Metro Brazil (ABC) - - Foco - RA­FA­EL NEVES

O mar­que­tei­ro João Santana e a mu­lher, Mô­ni­ca Mou­ra, pre­sos pe­la Lava Jato des­de fe­ve­rei­ro, con­fir­ma­ram on­tem à Jus­ti­ça que US$ 4,5 mi­lhões re­ce­bi­dos do lo­bis­ta Zwi Scor­nic­ki em con­ta na Suí­ça eram dí­vi­da elei­to­ral do PT, pa­ga por cai­xa 2.

Em au­di­ên­ci­as se­pa­ra­das ao juiz Sér­gio Mo­ro, o ca­sal afir­mou que o di­nhei­ro, pa­go em no­ve parcelas en­tre 2013 e 2014, era de­cor­ren­te de dí­vi­da de cer­ca de R$ 10 mi­lhões da cam­pa­nha da pre­si­den­te afas­ta­da Dil­ma em 2010.

“Nós não po­de­ría­mos fa­zer a ou­tra cam­pa­nha [a de 2014] se não re­ce­bes­se (sic) es­sa dí­vi­da, e o par­ti­do su­ge­riu pro­cu­rar o sr. Zwi [Scor­nic­ki]”, dis­se Santana.

Mô­ni­ca dis­se que “co­brou mui­to” a dí­vi­da, e “após dois anos de luta”, o ex-te­sou­rei­ro do PT João Vac­ca­ri pe­diu a ela que pro­cu­ras­se Scor­nic­ki. Vac­ca­ri tam­bém depôs on­tem, mas fi­cou em si­lên­cio.

Santana e Mô­ni­ca dis­se­ram que não sa­bi­am que era pro­pi­na. “O receio so­bre a ori­gem do di­nhei­ro nun­ca ti­nha pas­sa­do pe­la mi­nha ca­be­ça”, dis­se Mô­ni­ca.

Es­sa con­fir­ma­ção, po­rém, foi da­da on­tem por Scor­nic­ki. Re­pre­sen­tan­te co­mer­ci­al do estaleiro Kep­pel Fels no Bra­sil, ele fez de­la­ção pre­mi­a­da, e dis­se on­tem a Mo­ro que o di­nhei­ro, pa­go em parcelas de US$ 500 mil, foi “aba­ti­do da con­ta cor­ren­te” de pro­pi­nas que a Kep­pel usa­va pa­ra ter con­tra­tos na Petrobras e na Se­te Bra­sil, em­pre­sa pro­du­to­ra de na­vi­os-son­da à es­ta­tal. ‘Fi­de­li­da­de’ Santana dis­se que men­tiu à Po­lí­cia Fe­de­ral ao di­zer que o pa­ga­men­to não ti­nha re­la­ção com o PT por “fi­de­li­da­de” ao par­ti­do e por­que não queria co­la­bo­rar pa­ra o im­pe­a­ch­ment de Dil­ma, que acon­te­ce­ria três me­ses de­pois. A as­ses­so­ria de Dil­ma afir­mou que, por não ter aces­so à ín­te­gra dos de­poi­men­tos, não iria se ma­ni­fes­tar.

| RO­DRI­GO FÉLIX LE­AL / FU­TU­RA PRESS

Santana e Mô­ni­ca es­tão pre­sos des­de fe­ve­rei­ro

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.