Go­ver­no ten­ta ‘jo­gar água na fer­vu­ra’

Metro Brazil (ABC) - - Mundo -

O go­ver­no tur­co ten­tou on­tem mos­trar à sua po­pu­la­ção e à co­mu­ni­da­de in­ter­na­ci­o­nal que o es­ta­be­le­ci­men­to do estado de emer­gên­cia, de­cre­ta­do na quar­ta-fei­ra, não sig­ni­fi­ca uma vol­ta à re­pres­são do pas­sa­do. Pa­ra par­te dos tur­cos, o anún­cio trou­xe re­cei­os do retorno de uma lei mar­ci­al apli­ca­da em 1980 ou do estado de emer­gên­cia apli­ca­do a uma par­te do país nos anos 1990.

De­cla­ra­ções do vi­ce-pre­miê, Nu­man Kur­tul­mus, pu­bli­ca­das no Twit­ter fo­ram vis­tas como uma ma­nei­ra de ten­tar acal­mar o mer­ca­do fi­nan­cei­ro e dis­per­sar com­pa­ra­ções com o pas­sa­do. “O estado de emer­gên­cia na Tur­quia não vai in­cluir res­tri­ção de mo­vi­men­to, as­so­ci­a­ção, li­ber­da­de de im­pren­sa etc. Não é a lei mar­ci­al dos anos 1990”, es­cre­veu Kur­tul­mus no Twit­ter. “Es­tou con­fi­an­te de que a Tur­quia sai­rá dis­so com uma de­mo­cra­cia mais for­te, uma economia de mer­ca­do fun­ci­o­nan­do melhor e um cli­ma pa­ra in­ves­ti­men­to de­sen­vol­vi­do.”

O mer­ca­do re­a­giu ne­ga­ti­va­men­te ao anún­cio do cer­co e on­tem te­ve uma no­va bai­xa. Ou se­ja, não “en­go­liu” a men­sa­gem. Dois tan­ques Imagens de câ­me­ras de circuito in­ter­no di­vul­ga­das on­tem mos­tram um ma­ni­fes­tan­te sen­do atro­pe­la­do por dois tan­ques em An­ca­ra du­ran­te a ten­ta­ti­va de golpe. Ele so­bre­vi­veu.

| A. PASVANTIS/REUTERS

Sol­da­do tur­co que par­ti­ci­pou do golpe fra­cas­sa­do é preso

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.