Câm­bio. Bra­sil tem o quinto Big Mac mais ca­ro do mun­do

Metro Brazil (ABC) - - Economia -

Com a re­cen­te que­da do dó­lar em re­la­ção ao re­al, o Bra­sil vol­tou a ter um dos Big Macs mais ca­ros do mun­do, se­gun­do o ín­di­ce da re­vis­ta bri­tâ­ni­ca “The Eco­no­mist”. O san­duí­che do McDo­nald’s cus­ta aqui R$ 15,50, o equi­va­len­te a US$ 4,78, o quinto mais ca­ro do mun­do. Em janeiro, o Bra­sil apa­re­cia com o 17º lan­che mais ca­ro do mun­do, a US$ 3,35.

O pre­ço do Big Mac no país se­gue mais al­to do que em países como Ja­pão, Chi­le, México e Argentina. O san­duí­che a US$ 4,78 no Bra­sil re­pre­sen­ta uma sub­va­lo­ri­za­ção de 5,1% do re­al fren­te ao dó­lar, con­si­de­ran­do que um Big Mac nos Es­ta­dos Uni­dos sai por US$ 5,04. Em janeiro, es­sa des­va­lo­ri­za­ção era de 32%

O Big Mac é usa­do como um ín­di­ce pe­la “The Eco­no­mist” des­de 1986, pa­ra mos­trar o com­por­ta­men­to das mo­e­das fren­te ao dó­lar e o po­der de com­pra nos 48 países pes­qui­sa­dos.

No to­po do ran­king es­tão a Suí­ça (US$ 6,59), No­ru­e­ga (US$ 5,51) e Sué­cia (US$ 5,23). Na ou­tra pon­ta, a Ucrâ­nia e a Malásia têm os Big Macs mais ba­ra­tos do mun­do, sain­do por US$ 1,57 e US$ 1,59, res­pec­ti­va­men­te.

| SPENCER PLATT/GETTY IMAGES

Em janeiro, país ocu­pa­va 17º lu­gar do ran­king

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.