Cli­ma mor­no em atos pró e con­tra Dil­ma

Ade­são a ma­ni­fes­ta­ções na ca­pi­tal foi me­nor do que a re­gis­tra­da em oca­siões an­te­ri­o­res

Metro Brazil (ABC) - - Front Page -

Ma­ni­fes­tan­tes con­tra e pró a pre­si­den­te afas­ta­da Dil­ma Rous­seff (PT) or­ga­ni­za­ram atos on­tem nas ru­as da ca­pi­tal em que se re­pe­ti­ram os ar­gu­men­tos de am­bos os la­dos, mas pa­ra um pú­bli­co bem me­nor se com­pa­ra­do às ma­ni­fes­ta­ções an­te­ri­o­res.

Na ave­ni­da Pau­lis­ta, on­de se reu­ni­ram os gru­pos an­ti-Dil­ma, hou­ve con­cen­tra­ção em ape­nas dois pon­tos, per­to do Masp e do pré­dio da Fi­esp, on­de es­ta­vam os prin­ci­pais car­ros de som. Uma das li­de­ran­ças, o MBL (Mo­vi­men­to Bra­sil Li­vre), não par­ti­ci­pou do ato, que co­me­çou às 14h e du­rou cer­ca de qua­tro ho­ras.

Nos dis­cur­sos, o que se ou­viu foi a re­pe­ti­ção dos pe­di­dos pa­ra que Dil­ma se­ja ti­ra­da do po­der em de­fi­ni­ti­vo e que Lu­la vá pa­ra a ca­deia, além de men­sa­gens de apoio ao juiz fe­de­ral Ser­gio Mo­ro e pe­lo fim da cor­rup­ção.

O pou­co pú­bli­co – não es­ti­ma­do pe­los or­ga­ni­za­do­res – não de­sa­ni­mou o es­to­quis­ta Dho­nis San­tos Sil­va, 25 anos, com fai­xa na ca­be­ça e ros­to pin­ta­do. “Há me­nos gen­te, mas is­so não mu­da em na­da as rei­vin­di­ca­ções por um Bra­sil me­lhor.”

O ven­de­dor am­bu­lan­te Fe­li­pe Fer­rei­ra, 20, não viu ra­zão pa­ra oti­mis­mo, pe­lo me­nos nos ne­gó­ci­os. “É o pi­or pro­tes­to de to­dos. Eu, que já che­guei a ven­der 1.100 bo­ne­cos (do Lu­la e da Dil­ma de pre­si­diá­ri­os e do Mo­ro de su­per-he­rói), ho­je trou­xe 500 e ven­di só seis.”

Hou­ve es­pa­ço na Pau­lis­ta tam­bém pa­ra quem pe­dis­se o re­tor­no da di­ta­du­ra mi­li­tar e até o des­fi­le de es­tan­dar­tes do ul­tra­di­rei­tis­ta Ins­ti­tu­to Plí­nio Cor­reia de Oli­vei­ra.

No res­tan­te da ave­ni­da, pou­co se viu de ver­de e ama­re­lo e a pai­sa­gem lem­bra­va a de um domingo qual­quer, quan­do a via fi­ca aber­ta pa­ra o la­zer. Mes­mo en­tre os ma­ni­fes­tan­tes, ska­tis­tas e ci­clis­tas pas­sa­vam sem di­fi­cul­da­de, al­go im­pos­sí­vel nos protestos an­te­ri­o­res.

En­quan­to os ora­do­res ber­ra­vam nos mi­cro­fo­nes, mais per­to da rua Au­gus­ta, on­de nem se ou­via o ba­ru­lho dos dis­cur­sos, o pú­bli­co po­dia apre­ci­ar com tran­qui­li­da­de os shows dos mú­si­cos de rua ou ne­go­ci­ar pa­ci­en­te­men­te bi­ju­te­ri­as e ar­te­sa­na­to com os hip­pi­es. O ou­tro la­do da mo­e­da Já no lar­go da Ba­ta­ta (zo­na oes­te), sob gri­tos de or­dem, que va­ri­a­vam en­tre “Fo­ra Te­mer” e “Fi­ca Dil­ma”, a ma­ni­fes­ta­ção or­ga­ni­za­da pe­la Fren­te Po­vo Sem Me­do reu­niu di­ver­sas pes­so­as con­trá­ri­as ao pro­ces­so de im­pe­a­ch­ment.

Pa­ra os ma­ni­fes­tan­tes, o go­ver­no do in­te­ri­no Mi­chel Te­mer (PMDB) re­pre­sen­ta re­tro­ces­so pa­ra os di­rei­tos so­ci­ais e dos tra­ba­lha­do­res. Os pre­sen­tes tam­bém pe­di­am por um ple­bis­ci­to po­pu­lar por novas elei­ções.

O ato co­me­çou a reu­nir ma­ni­fes­tan­tes a par­tir de 14h. Du­ran­te a con­cen­tra­ção, po­lí­ti­cos su­bi­ram no car­ro de som e dis­cur­sa­ram.

Por vol­ta das 16h30, o ato se des­lo­cou pa­ra a pra­ça Pa­na­me­ri­ca­na. A or­ga­ni­za­ção es­ti­ma que 60 mil pes­so­as par­ti­ci­pa­ram da ma­ni­fes­ta­ção que du­rou até as 18h. A Po­lí­cia Mi­li­tar não fez uma es­ti­ma­ti­va ofi­ci­al.

O bi­bli­o­te­cá­rio Ro­dri­go Al­mei­da, 33 anos, se sur­pre­en­deu com a quan­ti­da­de de pes­so­as pre­sen­tes no lar­go da Ba­ta­ta. “Acho que os ma­ni­fes­tan­tes de di­rei­ta es­tão com ver­go­nha. Eles per­ce­be­ram que fi­ze­ram par­te de um gol­pe”, dis­se.

A do­més­ti­ca Ana Cris­ti­na Me­ne­zes, 37 anos, até le­vou a fi­lha pa­ra par­ti­ci­par do ato. “So­nho com di­as me­lho­res e que­ro que ela te­nha cons­ci­ên­cia dis­so.”

| DA­NI­LO VER­PA/FO­LHA­PRESS

Na Pau­lis­ta, se con­cen­tra­ram os que são a fa­vor do im­pe­a­ch­ment de Dil­ma

| CRIS FAGA/FOX PRESS PHOTO/FO­LHA­PRESS

Ao lar­go da Ba­ta­ta, fo­ram os fa­vo­rá­veis ao “Fo­ra Te­mer”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.