Va­re­jo es­bo­ça re­a­ção em ju­nho

Ven­das têm le­ve al­ta em re­la­ção ao mês de maio, mas en­cer­ram o pri­mei­ro se­mes­tre com uma re­tra­ção de 7%. Pa­ra SPC Bra­sil, da­dos do IBGE in­di­cam es­ta­bi­li­za­ção da eco­no­mia

Metro Brazil (ABC) - - Economia -

As ven­das no va­re­jo do Bra­sil cres­ce­ram 0,1% en­tre maio e ju­nho, me­lhor re­sul­ta­do pa­ra o mês des­de 2013 (0,4%) e aci­ma do es­pe­ra­do. Na com­pa­ra­ção com ju­nho de 2015, in­for­mou on­tem o IBGE (Ins­ti­tu­to Bra­si­lei­ro de Ge­o­gra­fia e Es­ta­tís­ti­ca), hou­ve que­da de 5,3%.

Pes­qui­sa da Reu­ters com ana­lis­tas in­di­ca­va re­cuo de 0,40% na com­pa­ra­ção men­sal e de 6,35% em ba­ses anu­ais.

No pri­mei­ro se­mes­tre, o va­re­jo acu­mu­lou que­da de 7% so­bre igual pe­río­do de 2015, o pi­or de­sem­pe­nho da sé­rie his­tó­ri­ca, ini­ci­a­da em 2001.

O pre­si­den­te do SPC Bra­sil, Ro­que Pel­liz­za­ro, res­sal­ta que, ape­sar de o va­re­jo ain­da mos­trar for­te que­da na com­pa­ra­ção anu­al, a re­tra­ção é bem me­nor do que a de maio, quan­do as ven­das re­cu­a­ram 9% so­bre igual mês de 2015. Em maio so­bre o mês an­te­ri­or, a re­tra­ção foi de 0,9%.

Pa­ra Pel­liz­za­ro, os da­dos re­for­çam o ce­ná­rio de que a eco­no­mia en­trou em uma fa­se de es­ta­bi­li­za­ção. “As ven­das se­guem em pa­ta­mar bai­xo, mas já se ob­ser­va uma ten­dên­cia de que­das ca­da vez me­no­res em re­la­ção ao ano an­te­ri­or, o que de­ve ser vis­to tam­bém ao lon­go dos pró­xi­mos me­ses”, diz.

Pa­ra a CNC (Con­fe­de­ra­ção Na­ci­o­nal do Co­mér­cio), ape­sar da re­a­ção, o se­tor ain­da se en­con­tra lon­ge de qual­quer re­cu­pe­ra­ção. “Por trás da que­da me­nos in­ten­sa das ven­das há um pro­ces­so de de­sa­ce­le­ra­ção da in­fla­ção”, dis­se o eco­no­mis­ta da CNC Fa­bio Ben­tes.

A CNC ava­lia, no en­tan­to, que o en­ca­re­ci­men­to do cré­di­to e a con­fi­an­ça dos con­su­mi­do­res ain­da aba­la­da pe­lo au­men­to do de­sem­pre­go não per­mi­tem “vis­lum­brar a saí­da da cri­se vi­vi­da pe­lo se­tor”.

Se­gun­do o IBGE, três das oi­to ati­vi­da­des pes­qui­sas mos­tra­ram ex­pan­são em ju­nho so­bre maio, com des­ta­que pa­ra te­ci­dos, ves­tuá­rio e cal­ça­dos (0,7%) e ou­tros ar­ti­gos de uso pes­so­al e do­més­ti­co (0,8%), in­flu­en­ci­a­dos pe­las co­me­mo­ra­ções das da­tas fes­ti­vas do mês.

Na pon­ta opos­ta, o seg­men­to de su­per­mer­ca­dos re­gis­trou con­tra­ção de 0,4% no pe­río­do, após le­ve al­ta de 0,1% em maio. ME­TRO

| FA­BIO RO­DRI­GUES POZZEBOM/ABR

Co­mér­cio tem pi­or se­mes­tre des­de 2001

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.