Mi­nis­tro diz que ho­mem tra­ba­lha mais e não se cui­da

Pes­qui­sa re­ve­la que 31% da po­pu­la­ção mas­cu­li­na só pro­cu­ra o mé­di­co qu­an­do pre­ci­sa. Go­ver­no quer es­pé­cie de ‘pré-na­tal mas­cu­li­no’

Metro Brazil (ABC) - - Brasil - MAR­CE­LO FREI­TAS

Uma pes­qui­sa do Mi­nis­té­rio da Saú­de di­ag­nos­ti­cou um pro­ble­ma sé­rio: um ter­ço dos ho­mens não se pre­o­cu­pam com a saú­de. Ao di­vul­gar o da­do, on­tem, o mi­nis­tro da Saú­de, Ri­car­do Barros, foi ca­te­gó­ri­co na ex­pli­ca­ção que en­xer­ga pa­ra o re­sul­ta­do: is­so de­ve-se a uma com­bi­na­ção de uma ‘ques­tão cul­tu­ral’ ao fa­to de que ‘os ho­mens tra­ba­lham mais’ que as mu­lhe­res.

A afir­ma­ção não en­con­trou res­pal­do nem mes­mo na pró­pria fa­mí­lia do mi­nis­tro. “Ho­je eu ti­ve que dar um “pu­xão de ore­lhas” no meu pai, que deu a en­ten­der que os ho­mens tra­ba­lham mais que as mu­lhe­res...”, es­cre­veu a fi­lha de Barros, Ma­ria Vic­to­ria, can­di­da­ta a pre­fei­ta de Cu­ri­ti­ba pe­lo PP, no Fa­ce­bo­ok.

A Pnad (Pes­qui­sa Na­ci­o­nal por Amos­tra de Do­mi­cí­li­os), do IBGE, con­fir­ma: as mu­lhe­res têm até cin­co ho­ras a mais de jor­na­da du­pla, em fun­ção de exer­ce­rem mais ati­vi­da­de den­tro e fo­ra de ca­sa.

O ver­da­dei­ro se­xo frá­gil A fal­ta de uma ro­ti­na de cui­da­dos de saú­de tor­na a po­pu­la­ção mas­cu­li­na mais vul­ne­rá­vel a do­en­ças car­día­cas, cân­ce­res e do­en­ças do apa­re­lho di­ges­ti­vo. Os há­bi­tos tam­bém não aju­dam: so­bre­pe­so, con­su­mo de be­bi­das al­coó­li­cas e ali­men­ta­ção ina­de­qua­da são co­muns en­tre os ho­mens. Em mé­dia, eles vi­vem 7 anos a me­nos que as mu­lhe­res.

Pa­ra rom­per es­sa re­sis­tên­cia, o go­ver­no abor­da­rá ma­ri­dos que acom­pa­nham as es­po­sas em pré-na­tal. En­quan­to a mu­lher é con­sul­ta­da, ele pas­sa­rá por exa­mes e atu­a­li­za­ção da car­tei­ra de va­ci­na­ção. O ‘pré-na­tal do ho­mem’ se­rá ofe­re­ci­do na re­de pú­bli­ca.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.