Den­tis­ta mor­to. Sus­pei­to se apre­sen­ta na de­le­ga­cia

Metro Brazil (ABC) - - Foco -

Um dos sus­pei­tos de es­pan­car até a mor­te o den­tis­ta We­lin­ton da Sil­va, de 39 anos, Anaíl­son Fe­lix da Sil­va se apre­sen­tou à po­lí­cia on­tem, no 33º DP de Pi­ri­tu­ba, na ca­pi­tal. O ho­mem ne­gou ter par­ti­ci­pa­ção no cri­me e não foi re­co­nhe­ci­do pe­lo ou­tro sus­pei­to, que já es­tá de­ti­do, e pe­la mãe de um fo­ra­gi­do.

A po­lí­cia ha­via che­ga­do ao no­me de Anaíl­son por meio de de­nún­ci­as anô­ni­mas e de pes­qui­sas na in­ter­net. Ele se apre­sen­tou na de­le­ga­cia de for­ma es­pon­tâ­nea, na com­pa­nhia de um ad­vo­ga­do e da fa­mí­lia.

Se­gun­do o in­ves­ti­ga­dor che­fe do 33º DP, Ju­lio Ce­sar Fen­zi, Anaíl­son não se­rá de­ti­do tem­po­ra­ri­a­men­te. “A po­lí­cia vai pros­se­guir com as in­ves­ti­ga­ções e ten­tar iden­ti­fi­car os ver­da­dei­ros en­vol­vi­dos.”

As in­ves­ti­ga­ções apon­ta­vam o no­me de seis sus­pei­tos, in­cluin­do Anaíl­son e Adol­fo. Se­guem fo­ra­gi­das ou­tras qua­tro pes­so­as: Adil­son Nas­ci­men­to dos San­tos, que já tem pas­sa­gem por ho­mi­cí­dio, Ma­ri­vo­ne Pe­rei­ra da Sil­va, na­mo­ra­da de Adil­son que não apa­re­ce nas ima­gens, Lu­cas Rafael de Si­quei­ra Nu­nes e Aluí­sio De­nis Pi­res da Sil­va. ME­TRO

| HÉ­LIO TORCHI/SIGMAPRESS/FO­LHA­PRESS

Cri­me ocor­reu após pi­cha­ção na ca­sa da ví­ti­ma

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.