GI­NÁS­TI­CA

Arthur Za­net­ti con­quis­ta a pra­ta nas ar­go­las, atrás do gre­go Elefthe­ri­os Pe­trou­ni­as, atu­al cam­peão mun­di­al; com ape­nas 16 anos, Flá­via Sa­rai­va ter­mi­na em 5º na tra­ve em sua pri­mei­ra Olim­pía­da

Metro Brazil (ABC) - - Front Page - ME­TRO RIO RE­NA­TA MA­CHA­DO

Car­re­gan­do nas cos­tas o pe­so de de­fen­der o ou­ro con­quis­ta­do em Lon­dres-2012, Arthur Za­net­ti não olhou pa­ra as séries dos ri­vais, nem se­quer es­pi­ou a no­ta dos ad­ver­sá­ri­os. Úl­ti­mo a su­bir nas ar­go­las, o bra­si­lei­ro de 26 anos fez uma apre­sen­ta­ção for­te e se­gu­ra, con­quis­tou 15,766 e des­ban­cou seis gi­nas­tas. Sua no­ta, po­rém, só não foi su­fi­ci­en­te pa­ra su­pe­rar os 16,000 pon­tos do gre­go Elefthe­ri­os Pe­trou­ni­as, atu­al cam­peão mun­di­al e, ago­ra, tam­bém cam­peão olím­pi­co. O atle­ta foi o pri­mei­ro con­du­tor da to­cha dos Jo­gos, ain­da em Olím­pia, na Gré­cia. Com o re­sul­ta­do, Za­net­ti abo­ca­nhou a pra­ta, dei­xan­do o rus­so De­nis Abli­a­zin (15,700) com o bron­ze. Vi­bran­te e sor­ri­den­te, o gi­nas­ta mos­trou que a me­da­lha não ti­nha qual­quer gos­to amar­go por não re­pe­tir o tí­tu­lo e afir­mou que re­ce­ber pra­ta em ca­sa foi até mais gos­to­so. “A pra­ta aqui den­tro me deu mais ale­gria do que o ou­ro em Lon­dres. Es­tar com­pe­tin­do em uma Olim­pía­da em ca­sa e de­fen­den­do o tí­tu­lo é mui­to mais di­fí­cil. En­tão, es­se re­sul­ta­do tem um gos­ti­nho a mais”, ga­ran­tiu o pau­lis­ta de São Caetano. Za­net­ti me­lho­rou a no­ta em re­la­ção às su­as du­as pri­mei­ras apre­sen­ta­ções nos Jo­gos. No en­tan­to, o gre­go, que no even­to-tes­te de abril, na mes­ma Are­na Olím­pi­ca do Rio, per­deu pa­ra o bra­si­lei­ro, des­sa vez foi qua­se per­fei­to e ga­nhou nos de­ta­lhes. “Gi­nás­ti­ca é mo­men­to e, nes­te, Pe­trou­ni­as foi me­lhor. Mas, se uma ho­ra de­pois co­lo­cás­se­mos to­dos pa­ra com­pe­tir de no­vo, o re­sul­ta­do se­ria di­fe­ren­te. O gre­go, ho­je, foi qua­se per­fei­to e me­re­ceu a vi­tó­ria. Ele es­tá em uma fa­se mui­to boa co­mo atle­ta”, ava­li­ou o téc­ni­co de Za­net­ti, Mar­cos Go­to.

“A pra­ta aqui me deu mais ale­gria do que o ou­ro em Lon­dres. Es­tar em ca­sa e de­fen­den­do o tí­tu­lo é mais di­fí­cil. Tem um gos­ti­nho a mais” ARTHUR ZA­NET­TI, GI­NAS­TA

Za­net­ti mar­cou 15,766 e o gre­go 16,000 Flá­via Sa­rai­va, em sua pri­mei­ra Olim­pía­da, fi­cou em 5o lu­gar

Pe­trou­ni­as (E), o pri­mei­ro con­du­tor da to­cha na Gré­cia, le­vou o ou­ro, e dei­xou Za­net­ti com a pra­ta

FO­TOS BRU­NA PRA­DO/ ME­TRO RIO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.