MENINAS DO FUTEBOL CAEM NOS PÊNALTIS

Mes­mo com o apoio da tor­ci­da, meninas do Bra­sil­não con­se­guem rom­per mu­ra­lha su­e­ca e caem na dis­pu­ta de pênaltis. Equi­pe vai bus­car a me­da­lha­de bronze con­tra o Ca­na­dá, em São Pau­lo

Metro Brazil (ABC) - - Front Page - JULIO CALMON

Com 33 chu­tes con­tra ape­nas seis das ad­ver­sá­ri­as su­e­cas em 120 mi­nu­tos, as meninas da Se­le­ção Brasileira che­ga­ram ao ter­cei­ro jo­go se­gui­do sem con­se­guir ba­lan­çar as re­des com a bo­la ro­lan­do, on­tem à tar­de, em um Ma­ra­ca­nã lo­ta­do. A bai­xa pro­du­ção do ata­que foi fa­tal pa­ra as pre­ten­sões do Bra­sil, que so­nha­va ga­nhar sua pri­mei­ra me­da­lha de ou­ro olím­pi­ca. Con­tra uma de­fe­sa qua­se in­trans­po­ní­vel, a equi­pe te­ve mui­ta di­fi­cul­da­de e de­ci­diu a se­mi­fi­nal nas dis­pu­tas de pênaltis.

Me­lhor pa­ra a Sué­cia, que ha­via si­do go­le­a­da pe­lo Bra­sil na pri­mei­ra fa- se por 5 a 1, mas ven­ceu a dis­pu­ta de pe­na­li­da­des por 4 a 3. Cris­ti­a­ne, que en­trou na pror­ro­ga­ção de­pois de mui­tos pe­di­dos da tor­ci­da, e An­dres­si­nha per­de­ram os pênaltis pa­ra o Bra­sil. Bár­ba­ra ain­da pe­gou o chu­te de Asl­la­ni.

A de­ci­são do ou­ro se­rá na sex­ta-fei­ra, às 17h30, no Ma­ra­ca­nã, en­tre Sué­cia e Ale­ma­nha, que ba­teu o Ca­na­dá por 2 a 0 on­tem. Bra­si­lei­ras e ca­na­den­ses de­ci­dem o bronze às 13h, no mes­mo dia, no Ita­que­rão, em São Pau­lo.

Quan­do a bo­la ro­lou, as meninas do Bra­sil ig­no­ra­ram o ca­lor e o des­gas­te da ba­ta­lha do Mi­nei­rão, no sá­ba­do, quan­do en­ca­ra­ram pror­ro­ga­ção e pênaltis pa­ra eli­mi­nar a Aus­trá­lia, e pres­si­o­na­ram as su­e­cas no seu cam­po de de­fe­sa. Tal­vez te­nha si­do o gran­de er­ro de es­tra­té­gia. Sem con­se­guir mar­car um gol ape­sar de do­mi­nar o jo­go, o Bra­sil foi per­den­do o ím­pe­to, a ener­gia e a pa­ci­ên­cia. O téc­ni­co Va­dão aten­deu aos pe­di­dos da tor­ci­da e co­lo­cou Cris­ti­a­ne em cam­po no iní­cio da pror­ro­ga­ção.

Sem jo­gar des­de a go­le­a­da so­bre a Sué­cia, ela en­trou sem rit­mo de jo­go e pou­co aju­dou. Na me­lhor chan­ce, con­se­guiu do­mi­nar uma bo­la de cos­tas pa­ra o gol, após um re­bo­te do chu­te de Mar­ta, mas a fi­na­li­za­ção saiu em ci­ma da za­ga.

Com a eli­mi­na­ção, a ge­ra­ção de Cris­ti­a­ne, 31 anos, Mar­ta, 30, e da qua­se in­ter­mi­ná­vel For­mi­ga, 38, pra­ti­ca­men­te dá adeus ao so­nho do ou­ro olím­pi­co – pe­lo me­nos as três jun­tas.

REUTERS/BRUNO KELLY

An­dres­si­nha se de­ses­pe­ra. Ela se emo­ci­o­nou ao fa­lar do cli­ma da tor­ci­da no Ma­ra­ca: ‘mai­or le­ga­do que dei­xa­mos’

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.