Acor­do me­lho­ra PDV na Mer­ce­des-Benz

Pa­ra evi­tar de­mis­sões su­má­ri­as, em­pre­sa ofe­re­ce­rá R$ 100 mil a mais pa­ra qu­em ‘pe­dir a con­ta’

Metro Brazil (ABC) - - Front Page -

Após cin­co di­as se­gui­dos de atos na por­ta da fá­bri­ca, a Mer­ce­des-Benz e o Sin­di­ca­to dos Me­ta­lúr­gi­cos do ABC che­ga­ram a um acor­do pa­ra ten­tar evi­tar de­mis­sões pre­vis­tas pa­ra ocor­rer em se­tem­bro na fá­bri­ca de São Ber­nar­do.

Os tra­ba­lha­do­res da em­pre­sa acei­ta­ram, em as­sem­bleia re­a­li­za­da na ma­nhã de on­tem, a pro­pos­ta da mon­ta­do­ra pa­ra re­du­zir o ex­ce­den­te de co­la­bo­ra­do­res.

Foi acor­da­do en­tre as par­tes que ha­ve­rá mais uma no­va opor­tu­ni­da­de de des­li­ga­men­to vo­lun­tá­rio na uni­da­de. Tra­ta-se de um PDV (Pro­gra­ma de De­mis­são Vo­lun­tá­ria) “mais atra­ti­vo”, co­mo vi­nha rei­vin­di­can­do o sin­di­ca­to. O pro­gra­ma tem co­mo prin­ci­pal van­ta­gem o va­lor fi­xo de R$ 100 mil aos in­te­res­sa­dos, in­de­pen­den­te­men­te do tem­po de ca­sa e da ida­de do tra­ba­lha­dor.

O pe­río­do de ade­são à es­sa me­di­da é en­tre 24 e 31 des­te mês. A Mer­ce­des-Benz in­for­mou que o acor­do es­tá con­di­ci­o­na­do à ade­são de 1,4 mil co­la­bo­ra­do­res ao PDV. Se­gun­do a em­pre­sa, a oci­o­si­da­de da pro­du­ção de­vi­do à cri­se econô­mi­ca ge­rou ex­ce­den­te de 2,5 mil pes­so­as na plan­ta de São Ber­nar­do.

Além do pro­gra­ma de de­mis­sões vo­lun­tá­ri­as, a mon­ta­do­ra diz que se com­pro­me­teu a ado­tar ou­tras me­di­das pa­ra evi­tar de­mis­sões na uni­da­de, co­mo dar es­ta­bi­li­da­de de em­pre­go aos tra­ba­lha­do­res até o fim do ano que vem, não aplicar a re­po­si­ção da in­fla­ção de 2016 nos sa­lá­ri­os do pró­xi­mo ano e ado­tar no­vas me­di­das pa­ra ad­mi­nis­trar o ex­ce­den­te que ain­da per­ma­ne­ce­rá na uni­da­de após o fim do pe­río­do de ade­sões ao PDV.

“A em­pre­sa to­pou dis­cu­tir ou­tros me­ca­nis­mos pa­ra qu­em fi­car na fá­bri­ca com es­ta­bi­li­da­de até de­zem­bro de 2017, co­mo o layoff ro­ta­ti­vo (sus­pen­são tem­po­rá­ria e re­mu­ne­ra­da do con­tra­to de tra­ba­lho), li­cen­ça re­mu­ne­ra­da e o PPE (Pro­gra­ma de Pro­te­ção ao Em­pre­go)”, afir­mou o vi­ce-pre­si­den­te do sin­di­ca­to, Aro­al­do Oli­vei­ra da Sil­va.

Cri­se A Mer­ce­des es­ta­va en­vi­an­do te­le­gra­mas co­mu­ni­can­do de­mis­sões aos fun­ci­o­ná­ri­os des­de o dia 15. Na oca­sião, a em­pre­sa pa­rou a pro­du­ção e co­lo­cou cer­ca de 10 mil tra­ba­lha­do­res pa­ra cum­prir li­cen­ça re­mu­ne­ra­da, ale­gan­do ter pro­du­ção oci­o­sa e ex­ces­so de fun­ci­o­ná­ri­os. Des­de en­tão, o sin­di­ca­to ne­go­cia com a em­pre­sa pa­ra evi­tar os cor­tes.

| ADONIS GUER­RA/DI­VUL­GA­ÇÃO/SMABC

As­sem­bleia apro­vou o acor­do on­tem

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.