Lo­jas fe­cha­das: co­mér­cio sen­te a cri­se em SBC

Lo­jis­tas da rua Ma­re­chal De­o­do­ro so­frem com a que­da de cli­en­tes após au­men­to do de­sem­pre­go

Metro Brazil (ABC) - - Front Page -

Ba­res e lan­cho­ne­tes com ca­dei­ras va­zi­as. Lo­jas sem ven­das e à es­pe­ra de cli­en­tes. Es­se é o ce­ná­rio no prin­ci­pal cen­tro de co­mér­cio de rua de São Ber­nar­do, no Cen­tro.

A ci­da­de con­si­de­ra­da a ca­pi­tal do au­to­mó­vel por sua gran­de quan­ti­da­de de mon­ta­do­ras pa­re­ce ter sen­ti­do o im­pac­to da cri­se econô­mi­ca tam­bém no va­re­jo. Na rua Ma­re­chal De­o­do­ro, é co­mum ver lo­jas fe­cha­rem an­tes do fim do ex­pe­di­en­te por fal­ta de cli­en­tes. Em vi­si­ta ao lo­cal na se­ma­na pas­sa­da, a reportagem en­con­trou 20 es­ta­be­le­ci­men­tos à ven­da ou dis­po­ní­veis pa­ra alu­guel.

Se­gun­do da­dos da Fe­co­mer­cio (Fe­de­ra­ção do Co­mér­cio de Bens, Ser­vi­ços e Tu­ris­mo do Es­ta­do de São Pau­lo), os va­re­jis­tas fo­ram os mais afe­ta­dos pe­la cri­se na re­gião. No acu­mu­la­do dos úl­ti­mos 12 me­ses, hou­ve que­da de 7,8% no fa­tu­ra­men­to do va­re­jo.

O se­tor que te­ve mai­or im­pac­to foi o de ves­tuá­ri­os, com re­tra­ção de 28,2% no fa­tu­ra­men­to. Qu­em sen­tiu na pe­le es­sa di­mi­nui­ção foi José Wal­ter Carvalho, 59 anos, co­mer­ci­an­te de uma lo­ja de rou­pas na Ma­re­chal há 18 anos. “As ven­das caí­ram dras­ti­ca­men­te do iní­cio do ano pa­ra cá. Es­ta­mos com es­pe­ran­ça só no mês de de­zem­bro”, con­tou.

Se­gun­do o eco­no­mis­ta da Fe­co­mer­cio Thi­a­go Carvalho, a re­gião tem so­fri­do im­pac­to des­de 2014. “O re­fle­xo no co­mér­cio acon­te­ce por con­ta das in­dús­tri­as em cri­se e da on­da de de­mis­sões. A ren­da na re­gião di­mi­nuiu”, dis­se.

Pa­ra o eco­no­mis­ta, a si­tu­a­ção só ten­de a me­lho­rar após a re­to­ma­da da con­fi­an­ça dos con­su­mi­do­res. “A po­pu­la­ção sa­be que a si­tu­a­ção não es­tá boa. En­tão fo­ca no es­sen­ci­al, co­mo ali­men­to e pro­du­to hi­gi­ê­ni­co. Ado­tam um po­si­ci­o­na­men­to con­ser­va­dor.”

Mer­ce­des-Benz

A mon­ta­do­ra con­fir­mou na se­ma­na pas­sa­da a de­mis­são de 370 fun­ci­o­ná­ri­os. A em­pre­sa abriu PDV (Pla­no de De­mis­são Vo­lun­tá­ria) que ofe­re­cia R$ 100 mil. A me­ta era de 1,4 mil ade­sões, mas te­ve 1.047.

O co­mér­cio ao re­dor da em­pre­sa tam­bém tem so­fri­do com o mau mo­men­to. Se­gun­do Már­cia dos San­tos, 27 anos, ge­ren­te de uma pa­da­ria próxima à Mer­ce­des, o flu­xo de cli­en­tes di­mi­nuiu. “O que dá mo­vi­men­to são os fun­ci­o­ná­ri­os da em­pre­sa. Cos­tu­ma­vam vir pa­ra to­mar ca­fé e co­mer sal­ga­do. Ago­ra não tem nin­guém”, dis­se.

| ALES­SAN­DRO VALLE/ABCDIGIPRESS

Por­tas fe­cha­das se mul­ti­pli­cam

Na Ma­re­chal, ao me­nos 20 co­mér­ci­os es­tão pa­ra alu­gar ou à ven­da

Cri­se econô­mi­ca te­ve im­pac­to na re­gião e ven­das caí­ram

| FO­TOS: ALES­SAN­DRO VALLE/ABCDIGIPRESS

Lo­jas en­cer­ra­ram ati­vi­da­des

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.