Acu­sa­ções têm ba­se po­lí­ti­ca, diz de­fe­sa

Ad­vo­ga­do de Lu­la e Ma­ri­sa Le­tí­cia diz que La­va Ja­to usou ‘ilu­si­o­nis­mo’ para sus­ten­tar acu­sa­ção sem pro­vas

Metro Brazil (ABC) - - Brasil -

Os ad­vo­ga­dos que de­fen­dem o ex-pre­si­den­te Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va e sua mu­lher, Ma­ri­sa Le­tí­cia, re­pu­di­a­ram a de­nún­cia fei­ta on­tem pe­lo MPF (Ministério Pú­bli­co Fe­de­ral). Em no­ta, os ad­vo­ga­dos Cris­ti­a­no Za­nin Mar­tins e Roberto Tei­xei­ra re­a­fir­mam que o imó­vel no Gu­a­ru­já per­ten­ce à OAS.

“O cri­me de Lu­la para a La­va Ja­to é ter si­do pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, elei­to de­mo­cra­ti­ca­men­te du­as ve­zes”, afir­mou o ad­vo­ga­do Za­nin. “Para sus­ten­tar o im­pos­sí­vel, a for­ça-ta­re­fa va­leu-se de ilu­si­o­nis­mo, pro­mo­ven­do im­pro­vá­vel es­pe­tá­cu­lo ju­di­ci­al e mi­diá­ti­co.”

So­bre as acu­sa­ções, Za­nin de­fen­deu que “não foi apre­sen­ta­do um úni­co ato pra­ti­ca­do por Lu­la, mui­to me­nos uma pro­va”. Ele ain­da afir­mou que a acu­sa­ção tem cu­nho po­lí­ti­co e a ope­ra­ção La­va Ja­to vi­sa, des­de o seu iní­cio, “im­por uma con­de­na­ção a qual­quer cus­to para o ex-pre­si­den­te Lu­la e para Ma­ri­sa Le­tí­cia”.

A de­fe­sa tam­bém ci­tou a de­nún­cia fei­ta por Lu­la à ONU (Or­ga­ni­za­ção das Na­ções Uni­das), acu­san­do o juiz Sér­gio Mo­ro de vi­o­lar di­rei­tos, ar­gu­men­tan­do que ele in­di­cou um juí­zo de va­lor des­fa­vo­rá­vel. “Há re­al in­ten­ção de ti­rar o ex-pre­si­den­te Lu­la do ce­ná­rio po­lí­ti­co elei­to­ral de 2018”, dis­se.

Es­ta­vam pre­sen­tes Va­les­ka Tei­xei­ra Za­nin Mar­tins e Roberto Tei­xei­ra, que tam­bém re­pre­sen­tam o ex-pre­si­den­te e sua mu­lher. STF Za­nin dis­se que o STF (Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral) dei­xou de aca­tar uma das qua­tro re­cla­ma­ções, não es­pe­ci­fi­ca­das pe­lo ad­vo­ga­do, le­va­das pe­la de­fe­sa.

O ad­vo­ga­do dis­se que fo­ram du­as li­mi­na­res de­fe­ri­das, sen­do que uma de­las já foi con­fir­ma­da por de­ci­são de­fi­ni­ti­va. A ter­cei­ra per­deu ob­je­to, já que o juiz Mo­ro, “para não ter uma de­ci­são des­fa­vo­rá­vel, abriu ho­je [on­tem] o aces­so” a um pro­ce­di­men­to secreto que tra­mi­ta na Jus­ti­ça de Curitiba.

A quarta é a úni­ca com de­ci­são des­fa­vo­rá­vel para Lu­la. A de­fe­sa in­for­mou que en­trou com re­cur­so. ME­TRO

| EDU­AR­DO KNAPP/FOLHAPRESS

Lu­la par­ti­ci­pou on­tem de uma reu­nião do PT

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.