Mil­len­ni­als. 70% dos jovens qu­e­rem mu­dar de em­pre­go nos pró­xi­mos cin­co anos

Metro Brazil (ABC) - - Economia -

A mai­or par­te dos jovens bra­si­lei­ros quer mu­dar de em­pre­go nos pró­xi­mos cin­co anos. Se­gun­do pes­qui­sa re­a­li­za­da pe­la Mind Mi­ners e pe­lo CIP (Cen­tro de In­te­li­gên­cia Pa­drão) com os cha­ma­dos mil­len­ni­als, jovens nas­ci­dos en­tre 1985 e 1999, 49% dos en­tre­vis­ta­dos in­di­cam que pre­ten­dem tro­car de em­pre­go em até dois anos, e ou­tros 21%, en­tre 2 e 5 anos. Ape­nas 10% in­di­ca­ram que ja­mais dei­xa­ri­am seu tra­ba­lho atu­al.

“Es­sa ge­ra­ção cres­ceu ten­do in­cor­po­ra­do a ‘ga­me­fi­ca­ção’, que tem co­mo ca­rac­te­rís­ti­ca a ideia de pas­sar de fa­se. Eles po­dem se sen­tir bem na em­pre­sa, mas têm a ne­ces­si­da­de de su­pe­rar me­tas, mu­dar de fun­ção e bus­car de­sa­fi­os”, dis­se Jac­ques Meir, di­re­tor de con­teú­do do CIP.

Dos par­ti­ci­pan­tes que pla­ne­jam mu­dar de em­pre­go, 51% pre­ten­dem se­guir pe­lo ra­mo do em­pre­en­de­do­ris­mo e ne­gó­cio pró­prio. Por ou­tro la­do, 39% pre­fe­rem atu­ar em em­pre­sas de tec­no­lo­gia, e 38% vi­sam gran­des cor­po­ra­ções.

Para Meir, es­sa ge­ra­ção tam­bém tem co­mo fo­co cor­ri­gir de­si­gual­da­des. Se­gun­do a pes­qui­sa, apre­sen­ta­da on­tem no Co­na­rec (Con­gres­so Na­ci­o­nal das Re­la­ções Em­pre­sa-Cli­en­te), em São Paulo, 85% con­cor­dam que as em­pre­sas são im­por­tan­tes para a so­ci­e­da­de, mas 34% dis­cor­dam da ideia de que atu­am de for­ma éti­ca, prin­ci­pal­men­te por acha­rem que seu úni­co in­te­res­se se­ja ma­xi­mi­zar lu­cros.

Ao mes­mo tem­po, 64,9% con­si­de­ram o sa­lá­rio a con­di­ção de pri­mei­ra im­por­tân­cia no pro­ces­so de es­co­lha de em­pre­sa, se­gui­do por opor­tu­ni­da­de de car­rei­ra (37,6%). “Não há con­tra­di­ção. Eles vão tra­ba­lhar com in­ten­si­da­de e qu­e­rem ser re­com­pen­sa­dos por is­so”, diz Meir. ME­TRO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.