AFROUXOU A CORDA

Metro Brazil (ABC) - - Esporte -

Ti­rou o pé do chão

Em me­a­dos dos anos 1990, qu­an­do a Por­tu­gue­sa até dis­pu­tou uma fi­nal de Bra­si­lei­ro (per­deu pa­ra o Grê­mio, em 1996), co­me­çou a ero­são fi­nan­cei­ra do clu­be, que se propôs a pa­gar al­tos sa­lá­ri­os a jo­ga­do­res, mui­to aci­ma da sua re­a­li­da­de. As re­cei­tas não co­bri­am a fo­lha de pa­ga­men­to e o pre­juí­zo foi cres­cen­do. Em 2000, o pro­ces­so já era avan­ça­do, e a so­lu­ção foi re­du­zir em mais da me­ta­de o cus­to do fu­te­bol. O as­pec­to téc­ni­co caiu e aí co­me­ça­ram a sur­gir as pri­mei­ras ame­a­ças de re­bai­xa­men­to.

O bom e ba­ra­to

Co­mo acon­te­ce com a mai­o­ria dos clu­bes bra­si­lei­ros qu­an­do o bu­ra­co fi­nan­cei­ro se abre, a so­lu­ção é ten­tar mon­tar o fa­li­do “bom e ba­ra­to”. E uma gló­ria se trans­for­ma­ria no cal­vá­rio em 2002. A Lu­sa con­quis­tou a Co­pa São Pau­lo de Fu­te­bol Jú­ni­or e o ti­me foi a ba­se da equi­pe que dis­pu­ta­ria o Cam­pe­o­na­to Bra­si­lei­ro da­que­le ano. Re­sul­ta­do: re­bai­xa­men­to pa­ra Sé­rie B, o pri­mei­ro dos três que so­freu (2008 e 2013 fo­ram os ou­tros). Pa­ra pi­o­rar, o ti­me ain­da foi pa­ra a A2 do Pau­lis­tão em 2006.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.