La­va Ja­to já con­de­nou acu­sa­dos por 11 cri­mes

Nas­ci­da com sen­ten­ças so­bre mer­ca­do de câm­bio, ope­ra­ção des­co­briu cor­rup­ção e che­gou na se­ma­na pas­sa­da a uma frau­de ban­cá­ria

Metro Brazil (ABC) - - Brasil - RA­FA­EL NE­VES

O pe­cu­a­ris­ta José Bum­lai foi con­de­na­do na úl­ti­ma quinta a 9 anos e 10 me­ses de pri­são por cor­rup­ção pas­si­va e ges­tão frau­du­len­ta de ins­ti­tui­ção fi­nan­cei­ra. Ele as­su­miu um em­prés­ti­mo do ban­co Schahin que aca­bou sen­do “qui­ta­do” com um con­tra­to da Pe­tro­bras.

Foi a pri­mei­ra vez em que a frau­de ban­cá­ria (art.4 da Lei 7.492/86) apa­re­ceu en­tre os cri­mes da La­va Ja­to, au­men­tan­do para 11 o nú­me­ro de de­li­tos já jul­ga­dos pe­lo juiz Sér­gio Mo­ro na ope­ra­ção.

A La­va Ja­to gi­ra em tor­no de cor­rup­ção pas­si­va, ati­va e la­va­gem de dinheiro: em­pre­sá­ri­os ofe­re­cem pro­pi­na, que é acei­ta por agen­tes pú­bli­cos ou po­lí­ti­cos, e es­tes re­ce­bem o va­lor pe­las mãos de ope­ra­do­res, que usam mei­os para dis­far­çar os re­pas­ses. Es­tes três cri­mes re­pre­sen­tam 70% das con­de­na­ções pro­fe­ri­das nos 22 pro­ces­sos con­cluí­dos. A ope­ra­ção, po­rém, já tran­si­tou por ou­tras pá­gi­nas do Có­di­go Pe­nal.

Nas pri­mei­ras fa­ses da ope­ra­ção, a PF (Po­lí­cia Fe­de­ral) iden­ti­fi­cou gru­pos que pra­ti­ca­ram in­clu­si­ve eva­são de di­vi­sas e trá­fi­co de dro­gas.

Boa par­te dos en­vol­vi­dos foi con­de­na­da por as­so­ci­a­ção cri­mi­no­sa (gros­so mo­do, se unir para co­me­ter cri­mes) ou per­ti­nên­cia a or­ga­ni­za­ção cri­mi­no­sa (atu­ar em uma es­tru­tu­ra com es­se ob­je­ti­vo).

| VALTER CAMPANATO / ABR

Pe­cu­a­ris­ta José Bum­lai foi con­de­na­do por frau­de ban­cá­ria

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.