AMI­ZA­DE CAMPEÃ

Clo­do­al­do “Tu­ba­rão” Sil­va se apo­sen­ta das pis­ci­nas após 5 Pa­ra­lim­pía­das e Da­ni­el Di­as se con­sa­gra co­mo o mai­or me­da­lhis­ta da na­ta­ção mas­cu­li­na, pro­me­ten­do com­pe­tir até 2020

Metro Brazil (ABC) - - Esporte - JULIO CALMON

Já sem o cli­ma de com­pe­ti­ção, os ami­gos Da­ni­el Di­as e Clo­do­al­do Sil­va tro­ca­vam pro­vo­ca­ções e afa­gos na en­tre­vis­ta à im­pren­sa, on­tem, um dia após a du­pla emo­ci­o­nar o Bra­sil no en­cer­ra­men­to da na­ta­ção na Rio 2016. Da­ni­el se tor­nou o atle­ta mas­cu­li­no com o mai­or nú­me­ro de me­da­lhas na na­ta­ção. Clo­do­al­do se apo­sen­tou aos 37 anos.

“São cin­co Pa­ra­lim­pía­das. Es­tou ve­lho para ca­ram­ba. Por mais que ima­gi­nas­se me des­pe­dir aqui no Rio não ti­nha ideia de que se­ria tão bom, des­de a aber­tu­ra, com o acen­di­men­to da pi­ra, dos de­graus, da ram­pa, da Már­cia [Mal­sar, ex-atle­ta que caiu na ce­rimô­nia]”, dis­se Clo­do­al­do, do­no de 14 me­da­lhas pa­ra­lím­pi­cas, sen­do uma pra­ta na Rio 2016. “Só não pen­du­ro a sun­ga por­que é obs­ce­no.”

Da­ni­el su­biu no­ve ve­zes ao pó­dio nes­ta edi­ção e so­ma 24 me­da­lhas ao to­do, re­cor­de mas­cu­li­no – só per­de para a nor­te-ame­ri­ca­na Tris­cha Zorn, 52 anos, já apo­sen­ta­da, que tem 55 me­da­lhas. Aos 28 anos, Di­as afir­mou que te­rá pe­lo me­nos Tó­quio 2020 para me­lho­rar a pró­pria mar­ca.

Ele não foi o úni­co a bri­lhar na pis­ci­na. O bi­e­lor­rus­so Ihar Bo­ki, 22 anos, ter­mi­nou com seis ou­ros e um bron­ze.

“Sair da­qui com no­ve me­da­lhas é es­pe­ta­cu­lar. Mal dor­mi. Con­fes­so que ain­da não caiu a fi­cha.” “Re­al­men­te, es­tá mais di­fí­cil. Os atle­tas es­tão mais es­pe­cí­fi­cos. Qu­e­ro cur­tir ao má­xi­mo. Ain­da não pen­sei. Te­nho mais um ci­clo. Até lá, tem tem­po a pen­sar. ”

Já o ucra­ni­a­no Maksym Kry­pak, 21 anos, le­vou cin­co ou­ros e três pra­tas.

DA­NI­EL DI­AS, NA­DA­DOR PA­RA­LÍM­PI­CO

BUDA MEN­DES/GETTY IMA­GES

Da­ni­el con­quis­tou 9 me­da­lhas da na­ta­ção, uma de­las ao la­do de Clo­do­al­do, no re­ve­za­men­to 4x50m

BUDA MEN­DES/GETTY IMA­GES

O bi­e­lo­rus­so Ihar Bo­ki con­quis­tou o mai­or nú­me­ro de ou­ros na Rio 2016, com seis me­da­lhas

HAGEN HOP­KINS/GETTY IMA­GES

Do­mí­nio ucra­ni­a­no: Denys Du­brov, três ou­ros e Maksym Kry­pak, cin­co

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.