Anis­tia pa­ra cai­xa 2 fi­ca ‘ór­fã’ na Câ­ma­ra

De­pu­ta­dos ten­ta­ram vo­tar na noi­te de se­gun­da-fei­ra tex­to ‘de ga­ve­ta’ que per­do­a­ria po­lí­ti­cos fla­gra­dos usan­do re­cur­sos não de­cla­ra­dos, mas hou­ve re­sis­tên­cia

Metro Brazil (ABC) - - Brasil - RAPHAEL VELEDA

Em mo­vi­men­to que os pró­pri­os par­la­men­ta­res con­si­de­ram cons­tran­ge­dor, a Câ­ma­ra dos De­pu­ta­dos qua­se vo­tou, já tar­de da noi­te da última se­gun­da, projeto de lei que ti­nha co­mo ob­je­ti­vo ocul­to ten­tar anis­ti­ar po­lí­ti­cos que fo­ram fla­gra­dos usan­do re­cur­sos não de­cla­ra­dos – o cha­ma­do cai­xa dois – em elei­ções re­cen­tes. A ma­no­bra só nau­fra­gou após a de­nún­cia de de­pu­ta­dos do PSOL e da Re­de, par­ti­dos que, jun­tos, têm só 10 das 513 ca­dei­ras.

A ma­no­bra vi­nha sen­do ges­ta­da em se­gre­do e em con­jun­to, até por in­te­gran­tes de par­ti­dos ini­mi­gos, e se che­gou à con­clu­são de que a noi­te de se­gun­da-fei­ra, às vés­pe­ras de um re­ces­so e com pou­cos jor­na­lis­tas, se­ria o mo­men­to per­fei­to pa­ra a vo­ta­ção do projeto, que, em prin­cí­pio, tem o no­bre ob­je­ti­vo de cri­mi­na­li­zar o cai­xa dois elei­to­ral.

Ho­je, o cri­me não é ti­pi­fi­ca­do di­re­ta­men­te, o que di­fi­cul­ta a pu­ni­ção a quem é fla­gra­do. A cri­mi­na­li­za­ção do cai­xa dois é uma das 10 pro­pos­tas que o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co ten­ta em­pla­car no Con­gres­so, com o ob­je­ti­vo de com­ba­ter a cor­rup­ção.

Mas es­sa ques­tão foi pro­pos­ta em se­pa­ra­do – e na sur­di­na – com ba­se no en­ten­di­men­to de que uma lei não po­de re­tro­a­gir no tem­po pa­ra pu­nir nin­guém. A ma­no­bra se­ria ten­ta­ti­va, en­tão, de evi­tar, por exem­plo, o en­qua­dra­men­to de po­lí­ti­cos por es­se cri­me na La­va Ja­to.

Quan­do Beto Man­sur (PRB-SP) co­lo­cou o projeto na pau­ta e co­me­çou a ser qu­es­ti­o­na­do, a prin­cí­pio, não ex­pli­cou seu te­or e dis­se que os lí­de­res par­ti­dá­ri­os ha­vi­am pe­di­do a in­clu­são. “Mas olhei pa­ra o ple­ná­rio e não vi ne­nhum des­ses lí­de­res de­fen­den­do a ques­tão. Co­mo não te­nho na­da a ver com is­so, en­cer­rei a dis­cus­são”, dis­se.

Nos bas­ti­do­res, de­pu­ta­dos di­zem que o projeto foi ges­ta­do por par­ti­dos, co­mo PMDB, PP, PSDB e PT. Pu­bli­ca­men­te, to­dos ne­ga­ram. Dos par­la­men­ta­res des­ses par­ti­dos, ape­nas Jor­ge Sol­la (PT-BA) fez crí­ti­ca pú­bli­ca.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.