Mú­si­ca pa­ra os sen­ti­dos

Metro Brazil (ABC) - - Cultura - METRO ABC

Co­mo for­ma de ce­le­brar o Dia Na­ci­o­nal da De­fi­ci­ên­cia, a Or­ques­tra Sinfô­ni­ca de San­to André fez on­tem um con­cer­to sen­so­ri­al com de­fi­ci­en­tes au­di­ti­vos.

Sob o co­man­do do ma­es­tro Abel Ro­cha, alu­nos sur­dos da re­de mu­ni­ci­pal de en­si­no e do Se­nai Ja­cob La­fer co­nhe­ce­ram os ins­tru­men­tos mu­si­cais e ti­ve­ram a opor­tu­ni­da­de de apren­der mais so­bre o fun­ci­o­na­men­to de uma or­ques­tra.

A ini­ci­a­ti­va par­tiu do pró­prio ma­es­tro e do co­or­de­na­dor do pro­gra­ma “Ca­mi­nhan­do Pa­ra a Saú­de”, da se­cre­ta­ria da Saú­de de San­to, André Sebastião Ne­ves. Se­gun­do o re­pre­sen­tan­te da prefeitura, a cul­tu­ra, as­sim co­mo o es­por­te, é uma fer­ra­men­ta de in­clu­são so­ci­al. “Quem sa­be um dia tam­bém ve­re­mos um sur­do to­car em uma or­ques­tra. O pro­ble­ma es­tá no des­cré­di­to da so­ci­e­da­de e não na per­sis­tên­cia do sur­do”, dis­se Ne­ves.

O ma­es­tro diz que fa­zer o con­cer­to sen­so­ri­al é uma for­ma di­fe­ren­te de le­var os de­fi­ci­en­tes au­di­ti­vos à mú­si­ca. “A or­ques­tra é uma gran­de par­te da di­vi­são dos po­los da cul­tu­ra. Te­mos que pro­mo­ver a in­te­gra­ção e fa­zer ati­vi­da­des pa­ra di­ver­si­fi­car o aces­so à mú­si­ca”, dis­se. Sen­ti­men­to Du­ran­te a ati­vi­da­de, foi en­si­na­do aos de­fi­ci­en­tes au­di­ti­vos co­mo é fei­ta a pro­pa­ga­ção do som. Co­mo for­ma de exem­pli­fi­car o fenô­me­no, a vi­bra­ção foi a ma­nei­ra de os alu­nos sen­ti­rem a mú­si­ca. Pa­ra is­so, eles fi­ca­vam pró­xi­mos ou com as mãos nos ins­tru­men­tos.

As vi­bra­ções do bum­bo e de api­tos e be­xi­gas uti­li­za­dos na ati­vi­da­de fo­ram as pre­di­le­tas dos es­tu­dan­tes.

Com aju­da de uma tra­du­to­ra de Li­bras (Lin­gua­gem Bra­si­lei­ra de Si­nais), o Metro

Jor­nal con­ver­sou com os par­ti­ci­pan­tes. Gi­o­van­ni Ro­dri­gues Vi­ei­ra, de 13 anos, alu­no da Emei­ef (Es­co­la Mu­ni­ci­pal de Edu­ca­ção In­fan­til e Fun­da­men­tal) Ni­co­lau Mo­rais de Bar­ros, na Vi­la Amé­ri­ca, dis­se em ges­tos que se emo­ci­o­nou com a ener­gia dos ins­tru­men­tos.“Sen­ti a flau­ta, o tam­bor e o vi­o­lon­ce­lo. Gos­tei do ma­es­tro. Sen­ti a vi­bra­ção e me emo­ci­o­nou, até ar­re­pi­ou meu ca­be­lo”.

Alu­no com de­fi­ci­ên­cia vi­su­al do Se­nai Ja­cob La­fer, Emer­son Luiz, 26 anos, dis­se em si­nais que an­te­ri­or­men­te acre­di­ta­va que a mú­si­ca clás­si­ca fos­se ex­clu­si­va pa­ra quem ou­ve. “Sen­tir ao vi­vo com pro­fis­si­o­nais é um re­gis­tro no­vo que nun­ca vou es­que­cer. Le­va pa­ra alma, é al­go po­si­ti­vo. Vou guar­dar com ca­ri­nho es­se dia.”

Tam­bém estudante do Se­nai, Val­ber­to de Li­ma, 37 anos, afir­mou em ges­tos que sem­pre te­ve von­ta­de de fa­zer mú­si­ca clás­si­ca. “Quan­do eu mo­ra­va em For­ta­le­za, um ami­go meu viu o in­te­res­se que eu ti­nha, mas fa­lou que eu não po­dia par­ti­ci­par. Com es­sa opor­tu­ni­da­de ago­ra, que­ro pro­cu­rar um cur­so pa­ra ter uma sen­si­bi­li­da­de a mais”, afir­mou Li­ma.

FOTOS: ANDRÉ POR­TO/METRO

Apre­sen­ta­ção in­clui de­fi­ci­en­tes au­di­ti­vos na mú­si­ca In­clu­são. Or­ques­tra Sinfô­ni­ca de San­to André faz con­cer­to sen­so­ri­al com de­fi­ci­en­tes au­di­ti­vos no Dia Na­ci­o­nal da De­fi­ci­ên­cia

Estudante Val­ber­to Li­ma tem de­fi­ci­ên­cia au­di­ti­va e des­per­tou in­te­res­se em fa­zer cur­so de mú­si­ca clás­si­ca

Alu­nos sen­tem a vi­bra­ção cau­sa­da pe­los ins­tru­men­tos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.