A vi­o­lên­cia que vem com o si­lên­cio

Metro Brazil (ABC) - - Cultura - METRO POR­TO ALEGRE MÔNICA KANITZ

Di­ri­gi­do por Marco Dutra, “O Si­lên­cio do Céu” es­treia ho­je re­tra­tan­do de for­ma mar­can­te a for­ça da tra­gé­dia e da vi­o­lên­cia se­xu­al.

Ga­nha­do­ra de três Ki­ki­tos no 44º Fes­ti­val de Ci­ne­ma de Gra­ma­do – en­tre os quais o de prê­mio es­pe­ci­al do jú­ri, me­lhor fil­me pe­la crí­ti­ca e me­lhor de­se­nho de som –, a pro­du­ção bra­si­lei­ra tem um pon­to in­te­res­san­te de in­ter­câm­bio com a Amé­ri­ca La­ti­na, já que foi to­da ro­da­da em Mon­te­vi­déu. É lá que vi­ve a bra­si­lei­ra Di­a­na (Ca­ro­li­na Di­eck­mann), ca­sa­da há mui­tos anos com Ma­rio (o ar­gen­ti­no Le­o­nar­do Sba­ra­glia), com quem tem dois fi­lhos.

A tra­ma co­me­ça com uma ce­na im­pac­tan­te: Di­a­na é es­tu­pra­da por dois ho­mens den­tro de sua pró­pria ca­sa. Ma­rio, que che­ga nes­te mo­men­to, as­sis­te à ce­na da ja­ne­la e não sa­be co­mo re­a­gir.

O que vem na sequên­cia dei­xa o es­pec­ta­dor com­ple­ta­men­te apre­en­si­vo, já que Di­a­na man­tém em se­gre­do o que acon­te­ceu com ela. Ma­rio, por sua vez, não con­ta à mu­lher o que viu, mas ten­ta des­co­brir quem são os cul­pa­dos pe­lo cri­me.

Em um jo­go de si­lên­ci­os, que se sus­ten­ta na mai­or par­te do tem­po pe­los olha­res de­vas­ta­dos pe­la culpa e pe­la dú­vi­da, Ma­rio e Di­a­na ten­tam vi­ver seu co­ti­di­a­no de ca­sal apai­xo­na­do até a che­ga­da de um des­fe­cho ines­pe­ra­do.

Ba­se­a­do na no­ve­la “Era El Ci­e­lo”, do di­re­tor e dra­ma­tur­go ar­gen­ti­no Ser­gio Biz­zio, o lon­ga que tem ro­tei­ro de Lu­cia Pu­en­zo e Ca­e­ta­no Go­tar­do acer­ta no tom de sus­pen­se psi­co­ló­gi­co. “É um fil­me de men­ti­ras, que par­te da in­co­mu­ni­ca­bi­li­da­de do ca­sal”, afir­ma o di­re­tor Marco Dutra. “Eles vi­vem aque­la vi­o­lên­cia de for­mas dis­tin­tas.”

Se­gun­do ele, o te­ma da vi­o­lên­cia se­xu­al foi com­ple­xo de abor­dar, mas é al­go que ele jul­ga im­por­tan­te re­tra­tar. “Ain­da mais sa­ben­do que ape­nas 10% das ví­ti­mas fa­zem o que é ne­ces­sá­rio, o que im­pli­ca de­nun­ci­ar e se­guir pro­ce­di­men­tos mé­di­cos cor­re­tos”, diz Dutra.

Ape­sar das lo­ca­ções te­rem ocor­ri­do no Uru­guai, “O Si­lên­cio do Céu” não é uma co­pro­du­ção com o país vi­zi­nho. Ain­da as­sim, o fil­me mos­tra a re­la­ção en­tre os paí­ses. “Me in­te­res­sa es­te diá­lo­go en­tre o por­tu­guês e o es­pa­nhol, não gos­to des­se iso­la­ci­o­nis­mo do Bra­sil em re­la­ção à Amé­ri­ca La­ti­na”, ex­pli­ca o pro­du­tor Ro­dri­go Tei­xei­ra. “Além dis­so, es­tá mui­to ca­ro fil­mar ho­je no Bra­sil”, acres­cen­ta.

“Foi com­pli­ca­do fil­mar a ce­na [de es­tu­pro], mas acho que es­se é um as­sun­to que não po­de ser ig­no­ra­do.” MARCO DUTRA, DI­RE­TOR

| DIVULGAÇÃO

Per­so­na­gem da atriz não con­se­gue se abrir com o ma­ri­do Ma­rio (Le­o­nar­do Sba­ra­glia), que so­fre ca­la­do com a tra­gé­dia

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.